Defesa Civil e Meio Ambiente receberam do MP drones para atuar em vistorias e na fiscalização

Defesa Civil e Meio Ambiente receberam do MP drones para atuar em vistorias e na fiscalização

Defesa Civil e Meio Ambiente receberam do MP drones para atuar em vistorias e na fiscalização
Defesa Civil e Meio Ambiente receberam do MP drones para atuar em vistorias e na fiscalização

Os agentes da Secretaria de Defesa Civil e Ações Voluntárias participaram de uma aula teórica de pilotagem e calibragem de drones nesta segunda-feira (22.01) na Sala de Cooperação do órgão municipal. A ideia é que eles utilizem o equipamento em vistorias técnicas, análise de terrenos e em ocorrências de grande porte. O treinamento segue ao longo da semana com a parte prática, que também acontece na sede da Defesa Civil.



A prefeitura recebeu do Ministério Público Estadual (MPE) dois drones do tipo RPA (Aeronaves Remotamente Pilotadas) que foram entregues para a Defesa Civil e a Secretaria de Meio Ambiente na semana passada. A capacitação dos agentes faz parte do acordo.

“O drone será muito importante para as nossas vistorias. Também vamos usar o equipamento em grandes ocorrências”, garante o secretário de Defesa Civil e Ações Voluntárias, coronel Paulo Renato Vaz.

“Desde o início da gestão do governo Bernardo Rossi estamos próximos do Ministério Público, com o trabalho realizado nos planos Inverno e Verão de Petrópolis, no curso de prevenção aos desastres em grandes eventos e agora com o drone. Isso demonstra que trabalhamos pelo interesse público, em servir bem a população”, afirma Paulo Renato.

O responsável pelo treinamento, o agente operacional Altamir “Buldog”, que é formado em ciência aeronáutica e piloto remoto de drone profissional, destacou que o equipamento deve ser utilizado de maneira segura, sempre de acordo com a legislação.



“O voo de drones sobre áreas de segurança, como presídios e instalações militares, ou sobre infraestruturas críticas, como usinas termelétricas ou estações de distribuição de energia, não é nada bem-vindo e pode gerar penalidades severas. É sempre importante buscar um local adequado e não coloque em risco aeronaves, incluindo os helicópteros, pessoas e patrimônios”, disse.

O secretário de Meio Ambiente, Fred Procópio, vai utilizar o equipamento nas ações do setor de fiscalização. Em 2017, o órgão municipal atendeu 1.030 casos de crimes ambientais no município, entre casos de supressão de vegetação, poluição de curso hídrico, contaminação de solo, empresas funcionando sem licença ambiental e queimadas.



“São realizadas operações semanais com o objetivo de reduzir os casos. Com o apoio do drone, nosso atendimento será ainda melhor. Nossa prioridade é diminuir os casos de crimes ambientais em todo o município”, explicou Fred Procópio.

Anúncios

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.