DETRAN – Fim da paralisação

DETRAN – Fim da paralisação

Postos de identificação civil voltam ao atendimento normal em todo o estado

DETRAN - Fim da paralisação
DETRAN – Fim da paralisação

Nova empresa assumiu a gestão do serviço e, a partir desta segunda-feira (22), todas as 120 unidades do estado estarão abertas ao público



Uma nova empresa assumiu a terceirização do atendimento dos serviços de identificação civil do Detran-RJ. Com isso, a partir desta segunda-feira (22.01), o atendimento em todos os 123 pontos do estado – 59 na capital e região metropolitana e 64 no interior – volta à normalidade. Desta forma, o plano de contingência montado pelo órgão com mutirões deixará de ser realizado e os serviços voltam a ser agendados da forma rotineira: no site (www.detran.rj.gov.br) ou pelo teleatendimento 0800-0204040.

Na última quarta-feira (17.01), a empresa Angels teve sua homologação publicada no Diário Oficial e deu início à contratação dos funcionários. A prioridade é que sejam recontratados os prestadores de serviços que já estavam no órgão. Esta foi a quarta modificação contratual que a direção do Detran precisou fazer na prestação dos serviços nos últimos três meses já que as empresas anteriores não estavam cumprindo com suas obrigações contratuais e trabalhistas com os funcionários.





“Assim como realizamos com os serviços de vistoria e de habilitação, rescindimos o contrato com a Prol também na Diretoria de Identificação Civil. Tudo isso com um único objetivo: a melhoria da prestação de serviços para o cidadão fluminense. A nova empresa já está trabalhando para tudo voltar à normalidade. A partir desta segunda-feira (22.01), o cidadão poderá agendar o serviço. Devido às paralisações, a procura ainda será grande, mas acreditamos que rapidamente o fluxo voltará ao normal”, garante Vinicius Farah, presidente do Detran.

Este é o terceiro contrato que foi rescindido com a empresa Prol desde o final de 2017, por causa da ineficiência na prestação de serviços e o não cumprimento das cláusulas contratuais. Duas novas empresas assumiram os serviços das diretorias de veículos e de habilitação, e o atendimento para a população foi prontamente restabelecido.

Plano de contingência

Devido às paralisações dos funcionários terceirizados da Prol, desde o dia 15 de janeiro, o Detran-RJ montou um plano de contingência para minimizar o impacto das paralisações. Foram estruturados três postos na capital e definidas 10 cidades no interior para receberem os mutirões de atendimento. Durante cinco dias foram feitos 7.008 pedidos de emissão de carteira de identidade, 4.820 na capital e outros 2.188 no interior.




“O serviço do Detran não parou. Apesar das paralisações, fizemos uma força tarefa para oferecer a emissão de carteiras de identidade. Os funcionários foram valentes e se colocaram à disposição para ajudar o Detran. Enfrentamos o problema de frente com a ajuda desses profissionais”, disse Vinicius Farah.

Retirada de identidade

Os cidadãos que fizeram seu pedido de emissão de documento durante os mutirões e ainda não pegaram suas identificações, poderão retirá-las em postos específicos.

Quem fez a solicitação na sede do Detran poderá pegar no mesmo local. Já as pessoas que foram ao posto da Francisco Bicalho deverão retirar suas identidades na Região Administrativa na Tijuca, localizada na Rua Desembargador Isidro, nº 41. Quem pediu a documentação no posto da Barra da Tijuca deverá retirar na unidade de atendimento do Shopping Dowtown.

Anúncios

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.