Enterro do menino morto em tiroteio no Complexo do Alemão foi hoje

Enterro do menino morto em tiroteio no Complexo do Alemão foi hoje

Benjamin, de 1 ano e 7 meses, foi atingido na cabeça por um tiro na noite de sexta-feira.

Outras três pessoas morreram no confronto.

Benjamin, de 1 ano e 7 meses, foi atingido na cabeça por um tiro na noite de sexta-feira
Benjamin, de 1 ano e 7 meses, foi atingido na cabeça por um tiro na noite de sexta-feira

O corpo do menino Benjamin, de 1 ano e 7 meses foi enterrado na tarde deste domingo o, no Cemitério do Maruí, em Niterói, Região Metropolitana do RJ. Ele foi atingido na cabeça na noite de sexta-feira (16) durante tiroteio na favela Nova Brasília, no Complexo do Alemão, Zona Norte do Rio.




A dor da perda do filho Benjamin foi apenas o início do sofrimento para o gesseiro Fábio Antônio da Silva, de 38 anos. Desempregado há três anos e vivendo de trabalhos ocasionais, ele não tinha o dinheiro necessário para enterrar a criança. Teve que contar com a ajuda de amigos e parentes para pagar o enterro.

Segundo ele, essa é mais uma parte do sofrimento que ele se vê obrigado a suportar.


“Estou tendo que engolir a dor. Eu sou a estrutura da minha casa. Se eu desabar, todo o meu império desaba. Eu tinha 10 dedos. Com a morte do Benjamin, agora tenho apenas nove”, “, lamentou Fábio, que fazia um trabalho temporário em Itaboraí, quando soube da morte do filho.

Enterro do menino morto em tiroteio no Complexo do Alemão foi hoje
Enterro do menino morto em tiroteio no Complexo do Alemão foi hoje



Além de Benjamin, três pessoas também morreram durante a troca de tiros entre policiais e bandidos na Nova Brasília: José Roberto da Silva, e Maria Lúcia Costa, ambos de 58 anos, além de um dos possíveis criminosos. Outras sete pessoas acabaram feridas.

Anúncios