Concursos movimentaram o Bunka-Sai

Concursos movimentaram o Bunka-Sai


Festa escolheu a melhor fotografia de cerejeira e o melhor cosplay desta edição

A programação do Bunka-Sai deste ano contou com atrações que fizeram o público não só conhecer, mas também interagir com a cultura japonesa. Entre os destaques estavam os concursos que elegeram a melhor fotografia de cerejeira e o melhor cosplay da noite, além das oficinas de origami, ikebana, pipas e mangá. Em cinco dias de festa – de quarta-feira (1º.08) a domingo (05.08), o Palácio de Cristal recebeu atrações que ajudaram o público a entender mais sobre os costumes e as tradições – muitas milenares – dos orientais.

No domingo, as cerejeiras foram as estrelas da noite com o 1º Concurso Municipal Amador de Fotografias de Cerejeiras, premiando duas categorias: infantil e adulto. As sakuras, como são chamadas pelos japoneses, são um símbolo do Japão. No país, aliás, eles têm um festival chamado “Hanami”, onde os japoneses apreciam as belezas das cerejeiras. Por aqui, elas também estão espalhadas pelos quatro cantos da cidade. Na categoria adulto, a vencedora, Sonia Monteiro, fez a foto da janela de casa, em Corrêas.

Advertisements

“Sempre fico de olho pela janela para ver quando elas vão florescer. Tinha feito essa foto no ano passado e resolvi me inscrever. Amo a cultura japonesa, já até estudei japonês e já conheci o Japão”, disse ela, que ganhou como prêmio um rodízio de comida japonesa com acompanhante no restaurante Sakura.

Já na categoria infantil a vencedora foi a estudante Eduarda Haddock, de 13 anos. “Fiz a foto no condomínio onde moro, no Samambaia. Sempre gostei muito de tirar foto e fui incentivada pela minha mãe e por uma amiga a participar do concurso”, explicou Eduarda, vencedora de uma bolsa de seis meses de curso prático de desenho de mangá.

No sábado, entre os destaques das atrações também esteve um concurso de cosplay que reuniu diversos personagens do mesmo palco. A vencedora foi Isis Platz, vestida de Fionna, do anime Hora de Aventura. “Sou apaixonada pela cultura japonesa e sempre venho em todas as festas do Bunka-Sai, sempre com uma personagem diferente. Acho os japoneses um povo muito educado, organizado, gosto tudo da cultura deles”, frisa.

Já as oficinas também estiveram lotadas durante toda a programação da festa. O estudante Victor Stumpf, por exemplo, participou da oficina de mangá e disse ter adorado. “Eu já costumo desenhar, amo mangá e resolvi participar pra me divertir. Amo a cultura japonesa, gosto de tudo deles”, disse. “Na oficina a gente ensina a forma básica para desenhar um personagem. Depois a pessoa pode continuar praticando em casa”, explicou o professor de mangá Felipe Fernandes.

  • Cultura, Turismo e Eventos


    antonioflavioribeiro@petropolis.rj.gov.br (Antonio Flávio Ribeiro)