Ex de grávida morta disse que queria ‘apenas silenciar’ a vítima

Ex de grávida morta disse que queria ‘apenas silenciar’ a vítima

O suspeito e a vítima já tinham uma filha de 2 anos,

mas a criança Katyara estava esperando não sobreviveu.

Ex de grávida morta disse que queria 'apenas silenciar' a vítima
Ex de grávida morta disse que queria ‘apenas silenciar’ a vítima

A mulher grávida morta na manhã desta segunda-feira (12) em Belford Roxo, Região Metropolitana do Rio de Janeiro, foi vítima do ex-namorado. Matheus Almeida da Silva, 23 anos, confessou crime e alegou que tentou ‘apenas silenciar’ vítima após um discussão.



O corpo de Katyara Pereira da Silva foi encontrado, de acordo com as informações, com um saco plástico na boca e indícios de agressões. Segundo o delegado Evaristo Pontes, responsável pelo caso, o suspeito responderá pelo crime de feminicídio.

Relembre a matéria: Assassinato de Katyara


A Polícia Civil informou ainda que Matheus e Katyara tinham terminado o relacionamento há pouco tempo e que ele duvidava da paternidade do bebê que ela esperava, aos cinco meses de gestação. O suspeito e a vítima já tinham uma filha de 2 anos, mas a criança Katyara estava esperando não sobreviveu.




Anúncios

1 comentário

  1. Estamos no final dos tempos, meu Deus quanta maldade

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.