Filas excessivas em bancos geram multas a 7 agências de Petrópolis

Filas excessivas em bancos geram multas a 7 agências de Petrópolis

Fiscalização PROCON -Bancos
Fiscalização PROCON -Bancos

Sete agências bancárias foram multadas no Centro, durante fiscalização realizada nesta quinta-feira (21.12). Às vésperas de Natal, os bancos apresentaram filas com tempo de espera de até uma hora, muito superior ao estipulado por legislação municipal, que é de 15 minutos. No total, foram 13 agências fiscalizadas e três delas já são reincidentes e deverão pagar multas de R$ 49 mil. As outras quatro apresentaram o problema pela primeira vez e deverão arcar com R$ 24.500,00 cada.

Das sete agências encontradas com problemas, quatro são do Bradesco. A unidade que fica na Rua do Imperador, na altura do 268 que apresentou maior tempo de espera, com 60 minutos, sendo reincidente no tempo de atendimento. Na da Rua General Osório os clientes estavam esperando 46 minutos, já a agência da Rua do Imperador, próximo ao número 820, também reincidente, era preciso aguardar cerca de 30 minutos, e na da Rua da Imperatriz, o tempo médio era superior a 20 minutos.

“É inadmissível que as agências continuam atuando dessa maneira, sem a devida atenção à população. Na época do ano, especialmente, quando as pessoas estão com vários compromissos, ficar esperando uma hora para ser atendido é um desrespeito. Todos os bancos foram oficiados para cumprir com o tempo de espera estabelecido pela legislação, então, não é nenhuma novidade para as agências, que devem ser responsabilizadas pelos atrasos”, explica o coordenador do órgão, Bernardo Sabrá.


A Lei Municipal 5.763/2001, determina às agências bancárias disponibilizar pessoal suficiente para atender em até 15 minutos seus clientes – as únicas exceções acontecem em vésperas de feriados e pós-feriados, quando o tempo máximo permitido pode chegar a 30 minutos. A punição é de 200 Unidades de Fiscalização do Município de Petrópolis (UFPE), aplicado aos bancos com as irregularidades.


Duas agências do banco Santander – a da Paulo Barbosa, que é reincidente, apresentou tempo de espera de 31 minutos, e da Rua Marechal Deodoro, 20 minutos. A agência do Itaú, na altura do número 1.060 da Rua do Imperador também estava com tempo de espera acima do estipulado pela legislação.

A fiscalização também passou por outras quatro cinco agências do Centro e uma do Alto da Serra. No bairro, a agência da Caixa Econômica tinha tempo de espera inferior a 15 minutos durante fiscalização realizada nesta quinta. No Centro Histórico, quatro agências do Itaú, sendo três na Rua do Imperador e uma na Paulo Barbosa, também não apresentaram irregularidades, assim como a do Santander, da Avenida Koeler.

“As ações de fiscalização são importantes para garantir o direito de a população em ter um atendimento efetivo. Vamos continuar realizando fiscalizações surpresas para fazer cumprir esse direito”, destaca o coordenador do Procon, Bernardo Sabrá.



Quem quiser denunciar alguma prática abusiva pode contatar o Procon pela página do órgão no Facebook, o Procon Petrópolis; pelo site www.petropolis.rj.gov.br/procon. Há, ainda, o WhatsApp Denúncia, no número 98857-5837 ou os telefones 2246-8469 / 8470 / 8471 / 8472 / 8473 / 8474 / 8475 / 8476 e 8477. Atendimento presencial pode ser realizado na unidade do Centro, que fica na Rua Moreira da Fonseca, nº 33. A unidade de Itaipava localizada no Centro de Cidadania, que fica na Estrada União e Indústria, 11.860.Os telefones da unidade são: 2222-1418, 2222-7448 e 2222-7337.

 

Anúncios

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.