Qualcomm acusa Apple de roubar seus segredos para ajudar a Intel – Notícias




Qualcomm acusa Apple de roubar seus segredos para ajudar a Intel – Notícias

A empresa alega que a Apple tinha quebrado um contrato de licença de software ao compartilhar detalhes confidenciais sobre os chips com a Intel

Qualcomm acusa Apple de roubar seus segredos

A Qualcomm alegou terça-feira que a Apple roubou seus segredos comerciais e os entregou à Intel com o objetivo de melhorar os chips da Intel para que esses pudessem substituir os da Qualcomm.

A Qualcomm fez as acusações em uma moção a ser anexada a uma queixa originalmente arquivada em novembro, quando alegou que a Apple tinha quebrado um contrato de licença de software ao compartilhar detalhes confidenciais sobre os chips da Qualcomm com engenheiros da Intel. As alegações de terça-feira foram feitas em documento judicial visto pela Reuters.

Leia também: Fique invisível no bate-papo do Instagram e tenha mais privacidade

A empresa vai além da queixa original ao alegar que a Apple roubou segredos comerciais da Qualcomm em uma “campanha de vários anos de conduta desleixada, inapropriada e enganosa… com o objetivo de melhorar chips de qualidade inferior, incluindo aqueles produzidos pela Intel, um concorrente da Qualcomm, para tornar tais chips utilizáveis em aparelhos da Apple com o objetivo final de desviar os negócios da Qualcomm com a Apple para a Intel”.

A Intel não aparece como ré no processo da Qualcomm.



O processo no distrito de San Diego está se desdobrando em meio a uma ampla disputa legal, na qual a Apple acusou a Qualcomm de práticas injustas de patente. A Qualcomm, maior fabricante de chips para celulares do mundo, por sua vez acusou a Apple de quebra de patente.

Leia também: Truques para ler mensagens no WhatsApp Web sem abrir a conversa

A Qualcomm forneceu chips para o iPhone, o que ajudou o aparelho a se conectar a redes de dados sem fio. Começando com o iPhone 7, a Apple começou a usar chips da Intel em alguns de seus modelos.

A Qualcomm disse a investidores em julho acreditar que seus chips foram completamente removidos da nova geração de iPhones, lançada este mês, deixando a Intel como único fornecedor. Desmontagens de novos aparelhos até o momento confirmaram que a Intel está fornecendo chips.

Durante os anos em que a Apple usou modens da Qualcomm, a fabricante de chips deu à Apple acesso a suas ferramentas confidenciais de software para ajudar a Apple a integrar os modens ao iPhone, alega a Qualcomm em seu processo.

Leia também: Instagram: aprenda como enviar GIFs por mensagens no Direct

Nesta terça-feira, a Qualcomm alegou que, desde o início do processo em novembro, a empresa descobriu evidência de que engenheiros da Apple usaram “repetidamente” software da Qualcomm para ajudar engenheiros da Intel a “melhorar o desempenho dos chips de desempenho inferior da Intel”.





Fonte