Torcedores de futebol protestam contra eSports na Suíça


Torcedores de futebol protestam contra eSports na Suíça



Com o sucesso dos campeonatos de videogames ficando cada vez maior (e gerando cada vez mais dinheiro), era de se esperar que entidades, empresas e pessoas ligadas ao esporte montassem equipes para participar desses torneios e nos últimos anos foi justamente isso que vimos acontecer.

Desde clubes de futebol até equipes da NBA, passando pela Adidas e até pelo piloto de Formula 1 Fernando Alonso, todo mundo está de olho nos eSports. Porém, lá na Suíça os torcedores de dois clubes não estão gostando muito dessa aproximação.

No último final de semana, a Swiss Super League teve uma partida entre o Young Boys e o FC Basel, mas além do placar de 7×1 (sim, o eterno…) para a equipe da casa — algo surpreendente, já que o Basel venceu as últimas oito ligas nacionais —, ambas as torcidas fizeram um protesto no mínimo inusitado.

Quando o relógio marcou 15 minutos do primeiro tempo, os indignados torcedores começaram a jogar bolas de tênis no gramado e acredite, até um controle de PlayStation 4 foi visto no campo. Além disso foram abertas faixas com mensagens contra o investimento nos eSports, além de uma bandeira onde podia ser visto o símbolo de pause. Diante da situação, o arbitro teve que interromper o jogo por dois minutos, até que o campo fosse limpo.

Vale notar que das equipes envolvidas na partida, apenas o Basel possui um time de eSports, no caso dedicado a campeonatos de FIFA. Porém, relatos locais dão conta de que os responsáveis pela Swiss Super League estão estudando criar um torneio de videogame, com cada clube que disputa a primeira divisão tendo um representante e teria sido este o motivo para o protesto.

Na minha opinião, é compreensível que os mais conservadores não gostem desta aproximação entre clubes de futebol e campeonatos de jogos eletrônicos. Talvez estas pessoas desconfiem que os times para quais torcem deixarão de contratar jogadores melhores pois parte do orçamento está comprometido com suas equipes de eSport ou talvez elas simplesmente achem um absurdo considerar videogame como um esporte.

Porém, é importante perceber que normalmente essas equipes de eSports possuem patrocinadores diferentes do futebol e se pensarmos no médio/longo prazo, ter o escudo do seu clube representado numa competição que costuma ser acompanhada por milhões de jovens de diversos países pode ser uma ótima maneira de aumentar o número de torcedores.

De qualquer forma, acho que este é um caminho sem volta. Os departamentos de marketing dos clubes já perceberam que vale a pena investir nos eSports e goste você ou não da ideia de um dia ver um Fla x Flu nos campos virtuais, parece ser apenas uma questão de tempo até isso se tornar comum.

Fonte: Gamerant.

Relacionados: eSports, Futebol, Suíça

http://platform.twitter.com/widgets.js(function(d, s, id) {var js, fjs = d.getElementsByTagName(s)[0];if (d.getElementById(id)) return;js = d.createElement(s); js.id = id;js.src = “http://connect.facebook.net/pt_BR/sdk.js#xfbml=1&version=v2.3&appId=410049542372246”;
fjs.parentNode.insertBefore(js, fjs);}(document, ‘script’, ‘facebook-jssdk’));





Fonte





%d blogueiros gostam disto: