Homem preso em Petrópolis por operação contra a pornografia infantil

Homem preso em Petrópolis por operação contra a pornografia infantil

Homem preso na Posse acusado de pornografia infantil

Suspeito foi localizado no distrito da Posse. Material pornográfico foi apreendido no computador do suspeito.
Suspeito foi localizado no distrito da Posse. Material pornográfico foi apreendido no computador do suspeito.

Um homem de 59 anos foi preso em flagrante em Petrópolis, durante a Operação Luz na infância 2 nesta quinta-feira (17). Segundo a Polícia Civil, a ação aconteceu por volta das 6h30 na Estrada do Taquaril, no distrito da Posse.




Ainda de acordo com a polícia, havia um mandado de busca e apreensão contra o suspeito e, na casa dele, foi apreendido material de pornografia intantil em um computador, além de um revólver calibre 32.

O homem foi levado para a 105ª Delegacia de Polícia, no Retiro, e será levado para o presídio em Benfica, no Rio.


Até 11h13 desta quinta-feira, 132 pessoas foram presas pela operação no país, segundo o Ministério Extraordinário da Segurança Pública. São cumpridos 578 mandados de busca e apreensão no Distrito Federal e em 24 estados.

Leia mais sobre a PEDOFILIA

Em Campos dos Goytacazes, no Norte Fluminense, foi preso em flagrante um homem de 36 anos. De acordo com a 146ª Delegacia de Polícia Civil, no computador dele foram encontrados vídeos com conteúdo sexual de crianças e adolescentes. Também foram apreendidos discos, pen drives e HDs externos com material pornográfico.




Cerca de 2,6 mil policiais civis estão cumprindo mais de 500 mandados de busca e apreensão de arquivos com conteúdos relacionados a crimes de exploração sexual contra crianças e adolescentes. Quem for pego com posse dessas mídias é preso em flagrante. A operação é considerada uma das maiores ações de combate à pornografia infantil.

Os alvos foram identificados pela Diretoria de Inteligência da Secretaria Nacional de Segurança Pública, com base em elementos informativos coletados em ambientes virtuais, que apresentavam indícios suficientes de autoria e materialidade delitiva.

Anúncios

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.