Megaoperação mobiliza órgãos na quinta-feira na Posse e no Brejal

Megaoperação mobiliza órgãos na quinta-feira na Posse e no Brejal

Oito órgãos participam da entrega de notificações educativas

No primeiro dia da operação foram entregues 80 notificações em Secretario

Megaoperação mobiliza órgãos na quinta-feira na Posse e no Brejal
Megaoperação mobiliza órgãos na quinta-feira na Posse e no Brejal

Organizado pela Secretaria de Defesa Civil e Ações Voluntárias, o Plano Inverno de Petrópolis 2018 conta com mais uma megaoperação preventiva aos incêndios florestais na próxima quinta-feira (28.06) na Posse e no Brejal.




A ação é organizada pelo Ministério Público Federal (MPF) com o objetivo de reduzir os casos de queimadas nas áreas mais vulneráveis da cidade. Participam do trabalho de conscientização as brigadas operacionais de órgãos ambientais, Corpo de Bombeiros, Polícia Militar, Polícia Ambiental, Guarda Civil Municipal, além da própria Defesa Civil.

Na primeira operação, realizada no último dia 20 de junho em Secretário, foram entregues 80 notificações. Neste trabalho, órgãos públicos, de segurança e de proteção trabalham de forma integrada e organizada para garantir o melhor atendimento aos petropolitanos e a redução do número de incêndios florestais no período de estiagem.


“Com a adoção de medidas preventivas, podemos agir no estágio inicial do incêndio florestal e até mesmo, evitar que esse desastre aconteça, protegendo a fauna, a flora e ainda a vida humana com o emprego de práticas antecipadas e planejadas”, explica o secretário de Defesa Civil e Ações Voluntárias, coronel Paulo Renato Vaz, ressaltando a importância do trabalho antecipado previsto no Plano Inverno 2018 de Petrópolis. Neste ano, como novidade, acontecem vistorias preventivas com os órgãos ambiental com o apoio do drone da Defesa Civil.



“Com o trabalho em conjunto, podemos estudar os locais e ver, antecipadamente, como devemos atuar para combater um incêndio que venha atingir uma área de difícil acesso. O trabalho é importantíssimo e contribui demais com os nossos planos, que já obtiveram resultados excepcionais no ano passado”, destaca Paulo Renato.

Dados do 15° Grupamento de Bombeiro Militar (GBM) de Petrópolis comprovaram a eficácia da criação do primeiro plano de contingência de inverno do município em 2017: foram registrados 116 casos de fogo em vegetação contra 258 de 2016. O tenente-coronel Ramon Camillo, comandante do Corpo de Bombeiros, disse que os militares também realizam ações de repressão e fiscalização, com o apoio da Policia Militar e de órgãos ambientais. O grupamento planeja reduzir em pelo menos 50% o número de queimadas na cidade.

“Realizamos recentemente o II Simpósio de Prevenção e Combate a Incêndios em Florestas da Região Serrana e o Ministério Público solicitou uma operação em conjunto com os órgãos, que denominamos de ‘Operação Abafa’. Mas já realizamos o trabalho de repressão nessas regiões desde o ano passado, com rondas periódicas com a Polícia Militar e com a Polícia Ambiental, com o objetivo de identificar a soltura de balões e a prática de queimadas. É importante o trabalho antecipado, com foco também na educação ambiental, garantindo a diminuição no número de ocorrências”, disse o comandante.




Além do trabalho operacional antecipado e de resposta, estão previstas ações em conjunto com a Secretaria de Assistência Social (SAS) dentro do eixo humanitário do Plano Inverno 2018 de Petrópolis. Assim como no ano passado, os órgãos participam de reuniões setoriais para a elaboração das matrizes de responsabilidades para organizar as ações de prevenção aos incêndios florestais e estiagem.

Fonte: ASCOM Pref. Petrópolis
Edição: Roberto Loureiro

Anúncios

Comments are closed, but trackbacks and pingbacks are open.