Novo presidente da câmara de Vereadores Roni Medeiros é eleito em meio a protestos

Novo presidente da câmara de Vereadores Roni Medeiros é eleito em meio a protestos

A escadaria da Câmara foi lavada em meio a pedidos de menos ‘sujeira’ na política

após prisão de ex-presidente da câmara Paulo Igor (MDB).

Vereador Dudu (PEN) continua foragido.

 O vereador Roni Medeiros (PTB) foi eleito na tarde desta terça-feira (17) como presidente da Câmara de Petrópolis,

O vereador Roni Medeiros (PTB) foi eleito na tarde desta terça-feira (17) como presidente da Câmara de Petrópolis,

O vereador Roni Medeiros (PTB) foi eleito na tarde desta terça-feira (17) como presidente da Câmara de Petrópolis, com oito votos. Ele disputou a vaga com os vereadores Leandro Azevedo (PSB), que teve três votos, e a vereadora Gilda Beatriz (MDB), que teve um voto.




Durante a eleição do novo presidente, a Associação Petropolitana de Estudantes (Ape) fez um ato contra a corrupção na frente da Câmara.

“É necessária a união de todos nós para defender a instituição, fazendo dela um instrumento verdadeiro da democracia e da participação popular. Foi para isso que a sociedade nos confiou nossos mandatos”, disse Roni após a eleição.


Roni já tinha assumido a presidência interina na semana passada, após a prisão do vereador Paulo Igor (MDB) na quinta-feira (12), durante a operação Caminho do Ouro do Ministério Público e da Polícia Civil, por suspeita de envolvimento em fraudes em licitação e peculato.

Paulo Igor foi levado para a penitenciária em Benfica, no Rio. A defesa do vereador afastado informou na tarde desta terça (17), que aguarda a avaliação da Justiça sobre uma petição enviada na segunda-feira pedindo a reconsideração da decisão que levou a prisão preventiva do vereador.

A eleição ocorreu um dia depois de Paulo Igor ter mandado um comunicado, por meio dos advogados, renunciando ao cargo de presidente da Câmara.

“Em respeito à minha esposa, aos meus filhos, aos meus pais, parentes, amigos, aos colegas vereadores e servidores da casa tomo essa atitude para poder me concentrar na defesa e provar minha inocência. Com esse ato não prejudicarei o andamento dos trabalhos e a imagem desta casa que tanto me orgulho de fazer parte”, disse Paulo Igor no documento.

Protesto dos estudante

"Sabemos que ainda existe muita 'sujeira' para ser investigada e queremos que isso seja feito", disse Ayane Souza, presidente da Ape.
“Sabemos que ainda existe muita ‘sujeira’ para ser investigada e queremos que isso seja feito”, disse Ayane Souza, presidente da Ape.

Cerca de 30 estudantes, segundo informou a Ape, se reuniram na frente da Câmara de Vereadores de Petrópolis para lavar a escadaria da casa legislativa usando água e sabão de uma maneira simbólica.




“Sabemos que ainda existe muita ‘sujeira’ para ser investigada e queremos que isso seja feito”, disse Ayane Souza, presidente da Ape.

Além disso, ela afirmou que os estudantes também pedem uma Câmara mais democrática, que realize mais audiências públicas.

Além dos estudantes, também participaram do ato os representantes dos sindicatos dos bancários, vestuários e rodoviários, além do Movimento Popular por Moradia.

Anúncios

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.