Policial Militar é suspeito de atirar em agente penitenciário dentro de hospital

Policial Militar é suspeito de atirar em agente penitenciário dentro de hospital

PM deu tiro em agente durante a confusão.

Ambos trabalhavam no Hospital Moacyr do Carmo e se desentenderam dentro

da unidade por causa de ciúmes de uma outra funcionária.

PM é suspeito de atirar em agente penitenciário dentro de hospital em Duque de Caxias
PM é suspeito de atirar em agente penitenciário dentro de hospital em Duque de Caxias

Um agente da Secretaria do Estado de Administração Penitenciária (Seap) foi baleado durante uma briga com um Policial Militar dentro do Hospital Moacyr do Carmo, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, na noite de terça-feira (10).




Segundo informações do 15ºBPM (Caxias), ambos são funcionários do hospital e, após um desentendimento entre eles, o policial atirou na perna do agente.

De acordo com a Polícia Civil , Rafael Araújo, PM e diretor do Moacyr do Carmo, conversava com Adriene, que trabalha como recepcionista da unidade, em sua sala. Durante a conversa, Fábio Leandro, enfermeiro e agente penitenciário, entrou na sala e ofendeu verbalmente a funcionária, que seria sua ex-namorada.


No momento da confusão, Fábio quebrou a janela com um soco e depois invadiu a sala de Rafael. O PM deu um tiro para o alto e outro na perna do enfermeiro, que entrou na sala e o agrediu. O agente do Seap foi socorrido no mesmo hospital. Ainda não há informações sobre o estado de saúde dele.

A ocorrência foi registrada na 59ºDP, que abriu um inquérito para investigar o caso.



A Prefeitura de Duque de Caxias informou, em nota, que foi notificada sobre o ocorrido pela Secretaria Municipal de Saúde e que todas as medidas necessárias já estão sendo tomadas para apurar o caso. A Prefeitura ressaltou que não admite atitudes violentas e irresponsáveis dos funcionários e que os dois já foram afastados.

Anúncios

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.