PM morre em confronto; Malaco ferido se passa por vítima

PM morre em confronto; Malaco ferido se passa por vítima

Agentes abordaram suspeitos em uma moto, que atiraram com um fuzil.

Soldado Rodrigo Passos Soares é o 59° PM morto no Rio só este ano. Outros 4 policiais civis e um federal também foram mortos no estado.

Soldado Rodrigo Passos Soares é o 59° PM morto no Rio só este ano.
Soldado Rodrigo Passos Soares é o 59° PM morto no Rio só este ano.

O soldado da Polícia Militar Rodrigo Passos Soares morreu na madrugada desta terça-feira (10) na Avenida Brasil, na Zona Norte do Rio, durante confronto com criminosos. Um PM que estava com o soldado também foi baleado, mas está fora de perigo. Soares é o 59º policial militar morto no Rio de Janeiro só este ano.




Soares fazia parte da equipe que realizava a abordagem a uma motocicleta BMW com dois suspeitos na altura da Maré. Quando os policiais verificaram que a moto era roubada, outro criminoso que dava cobertura aos comparsas em um Fiat Idea surpreendeu os policiais militares atirando com um fuzil AK-47 calibre 7,62 e uma pistola CZ calibre 9mm, ferindo o soldado Soares e um sargento.


Ambos foram socorridos ao Hospital Geral de Bonsucesso, e Soares não resistiu aos ferimentos.

Um dos criminosos morreu no confronto, as armas foram apreendidas e a moto recuperada. A ocorrência está a cargo da Delegacia de Homicídios (DH-Capital).

 As armas foram apreendidas e a moto recuperada
As armas foram apreendidas e a moto recuperada



Vagabundo que atirou no PM na Avenida Brasil deu entrada no Hospital de Saracuruna, fugido da UPA da Maré .

Deu entrada no Hospital de Saracuruna, fugido da UPA da Maré
Deu entrada no Hospital de Saracuruna, fugido da UPA da Maré

Tentando se passar por vítima, cidadão de bem, o malaco, deu entrada no Hospital de Saracuruna, depois de fugir da UPA da Maré, mas não teve jeito, os policiais desconfiaram e puxaram a capivara, não deu outra,  foi grampeado e vai passar por uma cirurgia.




Infelizmente o soldado da PM não resistiu e veio a óbito.

A equipe do A Voz de Petrópolis se solidariza com todas as famílias dos guerreiros que perderam suas vidas na luta contra a vagabundagem.

Anúncios

Comments are closed, but trackbacks and pingbacks are open.