Policial Militar é preso por estupro frequente de enteada de 10 anos

Policial Militar é preso por estupro frequente de enteada de 10 anos

Policial Militar é preso por estupro – RJ

Criança gravou o crime, que era cometido desde que ela tinha 7 anos

Policial Militar Carlos Eduardo Vieira de Brito, de 37 anos
Policial Militar Carlos Eduardo Vieira de Brito, de 37 anos

A Delegacia da Criança e Adolescente Vítima (Dcav) prendeu na manhã desta quinta-feira (25) um homem de abusar a enteada de 10 anos. O policial militar Carlos Eduardo Vieira de Brito, de 37 anos, foi preso dentro do 34º BPM (Magé), na Baixada Fluminense.




A denúncia de abuso foi feita pela própria enteada. Segundo depoimento da menina na especializada, os abusos aconteciam desde 2014, quando ela tinha apenas 7 anos. “O crime é estupro de vulnerável, com pena de reclusão de oito a 15 anos”, explicou o delegado adjunto da Dcav, Rodrigo Moreira.

A vítima fez imagens do próprio abuso com o celular no dia 23 de janeiro. “Ela deixou o telefone filmando, mostra ele botando ela no colo dele, passa a mão por baixo do vestido dela”, disse o delegado.



Com as imagens e depoimentos, o delegado pediu a prisão temporária, concedida pela Justiça na noite desta quarta-feira (24).

Segundo a polícia civil, o PM já tinha tido problemas por outros delitos: estava na área administrativa do batalhão porque em 2017 foi preso por receptação pela Polícia Rodoviária Federal por dirigir um carro roubado.




Carlos foi levado ainda nesta quinta-feira (25) para o Batalhão Especial Prisional, em Niterói, na Região Metropolitana do Rio.

Anúncios

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.