Crime no Carangola – Assassinato com requinte de crueldade

Crime no Carangola – Assassinato com requinte de crueldade

Assassinou o padrasto a pauladas e ateou fogo no corpo

asd - Crime no Carangola - Assassinato com requinte de crueldade
(Vítima) Jeferson Aparecido dos Anjos, de 29 anos

A Polícia Civil está em busca de três suspeitos de envolvimento no assassinato de Jeferson Aparecido dos Anjos, de 29 anos , cujo corpo foi encontrado na tarde de quinta-feira (04), no meio de uma mata no Vale do Carangola. O furto de um tênis seria a motivação do crime e um dos supostos envolvidos já está preso.

Jefferson teria sido vítima de uma emboscada, armada pelo próprio enteado e foi morto a pauladas e teve as costas incendiada, na localidade conhecida como “Mina”.

Segundo informações a vítima teria furtado o tênis do filho mais novo da namorada e vendido na boca de fumo da localidade. O crime ocorreu na tarde do dia 3 de janeiro. Na ocasião, a polícia chegou a ser acionada e realizou buscas, mas não localizou o corpo.


As informações passada para a delegacia no início das investigações era de que a vítima havia sido levada para o matagal e, que alguns moradores ouviram o som de um tiro. As investigações continuaram e na manhã de quinta-feira, os policiais localizaram o primeiro suspeito, de 22 anos, que acabou preso por tráfico de drogas.

Na casa de Jeferson Aparecido foram encontrados 65 pinos de cocaína e uma pequena quantia em dinheiro. Um adolescente de 16 anos também estava no imóvel. Na delegacia, ao prestar esclarecimento, o suspeito alegou que apesar de ter presenciado as agressões, não teria participado do assassinato, pois deixou o local antes do crime ocorrer. No corpo não havia perfurações de tiro.


Segundo a polícia, Jefferson, que tinha anotações criminais pelos crimes de tráfico e furto, o corpo foi levado para o Instituto Médico Legal, em Corrêas.