Povo nas ruas em diferentes cidades brasileiras pedem saída de Temer da Presidência

Manifestantes pedem renúncia do presidente e realização de eleições diretas. Protestos foram desencadeados por notícia da delação dos donos da JBS.

fora Temer

Mais de vinte cidades brasileiras tiveram nesta quinta-feira (18) manifestações que pedem a saída de Michel Temer da Presidência, motivadas pela delação premiada dos empresários Joesley e Wesley Batista, donos da JBS. Em pronunciamento, o presidente disse que não renunciará.

Veja, cidade a cidade, como ocorrem os protestos:

Aracaju, SE

A manifestação começou por volta das 14h30 horas na Praça Camerino, centro da capital sergipana, com carros de som, bandeiras e palavras de ordem. De lá, a manifestação seguiu até a sede do PMDB, localizada na avenida Barão de Maruim. Segundo os organizadores, 200 manifestantes participaram do ato. A PM informou que não vai divulgar o número de manifestantes.

Belém, PA

Centenas de pessoas ligadas a movimentos sociais e sindicais participaram de um ato de protesto pedindo a renúncia do presidente Michel Temer. O grupo se concentrou em frente ao mercado de São Brás, no centro da capital paraense, e saiu em marcha por volta de 19h para reivindicar novas eleições diretas para o executivo nacional. Segundo a organização, cerca de mil pessoas participaram da passeata. A PM acompanhou o protesto, mas não divulgou estimativa de público.

Belo Horizonte, MG

 

Manifestantes gritam

Manifestantes gritam “Fora, Temer” em Belo Horizonte (Foto: Humberto Trajano/G1)

Além de se manifestarem contra o presidente Michel Temer (PMDB) e o senador Aécio Neves (PSDB), os participantes do ato na Praça Sete, em Belo Horizonte, comemoraram a prisão da irmã do senador mineiro, Andrea Neves, detida nesta manhã na região metropolitana da capital mineira.

Brasília, DF

 

Grupo marcha rumo à Praça dos Três Poderes, em Brasília, em ato contra Michel Temer (Foto: Letícia Carvalho/G1)

Grupo marcha rumo à Praça dos Três Poderes, em Brasília, em ato contra Michel Temer (Foto: Letícia Carvalho/G1)

Na capital federal, manifestantes se reuniram na rodoviária do Plano Piloto, em Brasília, e em frente ao Palácio do Planalto na tarde desta quinta. O protesto foi convocado por redes sociais e reunia entre 1 mil e 1,5 mil pessoas até as 18h30, de acordo com a Polícia Militar. No mesmo horário, não havia estimativa de público feita pelos organizadores.

Campinas, SP

Com faixas e cartazes e gritos de “Fora Temer”, um grupo se concentrou no Largo do Rosário e depois caminhou por ruas do Centro até chegar à Prefeitura de Campinas.

Campina Grande, PB

A concentração do protesto começou por volta das 16h15 na Praça do Bandeirante, no Setor Central, e reuniu integrantes de diferentes entidades. Segundo a organização, cerca de 300 pessoas participaram do ato. Já a Polícia Militar não informou a estimativa. O ato foi encerrado por volta das 18h.

Campo Grande, MS

Manifestantes saíram em caminhada da praça Ary Coelho, no centro de Campo Grande, até a praça do Rádio para pedir a saída de Temer. A organização do movimento divulgou 200 participantes. A Polícia Militar e a Guarda Municipal não acompanharam.

Curitiba, PR

 

Grupo protesta contra o presidente Michel Temer em Curitiba (Foto: Bronson Almeida/RPC)

Grupo protesta contra o presidente Michel Temer em Curitiba (Foto: Bronson Almeida/RPC)

Um grupo de pessoas protestava, na noite desta quinta na Praça 19 de Dezembro, também conhecida como Praça do Homem Nu, no centro. Sob chuva, o ato começou por volta das 18h30. Segundo a organização da manifestação, a CWB Resiste, 2,5 mil pessoas participam. A Polícia Militar (PM) ainda não divulgou uma contagem de público

Fortaleza, CE

Manifestantes se reuniram na tarde desta quinta-feira (18) na Praça da Bandeira, no centro. Segundo organizadores, pelo menos 3 mil pessoas participam do ato. A Polícia Militar do Ceará não divulga estimativa de público. Os manifestantes ocuparam a praça utilizando bandeiras e cartazes pedindo a saída deTemer e eleições diretas. Carros de som foram utilizados pelos participantes, que gritaram palavras contra o presidente.

Florianópolis, SC

No fim da tarde desta quinta-feira (18), protestos eram registrados em ao menos duas cidades de Santa Catarina. Em Criciúma, no Sul catarinense, e Florianópolis, manifestantes pediam a saída do presidente Michel Temer e a realização de eleições diretas.

Goiânia, GO

 
Motorista atropela manifestantes durante protesto contra Michel Temer em Goiânia

Motorista atropela manifestantes durante protesto contra Michel Temer em Goiânia

Uma motorista tentou furar um bloqueio feito durante o protesto contra Temer e atropelou manifestantes. Pelo menos duas pessoas ficaram feridas (veja vídeo acima). A concentração do protesto começou por volta das 16h15 na Praça do Bandeirante, no Setor Central, e reuniu integrantes de diferentes entidades. Segundo a organização, cerca de 300 pessoas participaram do ato. Já a Polícia Militar não informou a estimativa. O ato foi encerrado por volta das 18h.

João Pessoa, PB

 

Protesto em João Pessoa pede eleições gerais diretas e renúncia de Michel Temer (Foto: Walter Paparazzo/G1)

Protesto em João Pessoa pede eleições gerais diretas e renúncia de Michel Temer (Foto: Walter Paparazzo/G1)

Um grupo se concentrou a partir das 15h em frente ao Lyceu Paraibano e saiu em caminhada com destino ao Ponto de Cem Réis. Às 17h, saiu da concentração e seguiu para o anel do Parque da Lagoa Solon de Lucena. Fazem parte da organização do protesto centrais sindicais, a Frente Povo Sem Medo Paraíba e o Sindicato dos Professores da Universidade Federal da Paraíba (AdufPB).

Maceió, AL

Os manifestantes saíram numa passeata pelas ruas do centro que começou pouco depois das 17h e terminou por volta das 18h. A Central Única dos Trabalhadores (CUT) disse que mil pessoas participaram. A Polícia Militar não acompanhou o ato.

Macapá, AP

Manifestantes se reuniram no centro em ato que partiu da Praça Veiga Cabral por volta de 18h. Os participantes caminharam cerca de 1 quilômetro até a Praça da Bandeira. A organização do ato estimou cerca de 200 pessoas. A Polícia Militar (PM) não acompanhou a caminhada. Estudantes, sindicalistas, professores, membros de partidos e servidores públicos estavam no protesto.

Manaus, AM

O protesto se concentrou na praça São Sebastião, no centro, na tarde desta quinta-feira (18) e passou pelas principais avenidas do Centro. Cerca de 200 pessoas de movimentos estudantis, políticos e sociais participaram da manifestação, segundo os organizadores. A Polícia Militar não estava presente no ato.

Natal, RN

 

Manifestantes fecharam a Avenida Salgado Filho no sentido Natal/Parnamirim (Foto: Canindé Soares)

Manifestantes fecharam a Avenida Salgado Filho no sentido Natal/Parnamirim (Foto: Canindé Soares)

Um grupo de manifestantes protestou na Avenida Salgado Filho pedindo a saída de Temer e a convocação de eleições diretas. O ato começou às 17h e terminou por volta das 20h15. A avenida chegou a ser interditada nos dois sentidos. Os manifestantes caminharam em direção à Zona Sul.

Porto Alegre, RS

Milhares de pessoas participaram de um protesto contra o presidente Michel Temer no Centro de Porto Alegre entre o fim da tarde e o início da noite. O grupo se concentrou na Esquina Democrática, cruzamento entre a Avenida Borges de Medeiros e Rua dos Andradas, tradicional ponto de manifestações da capital gaúcha, e por volta das 19h deu início a uma caminhada em direção ao bairro Cidade Baixa. A polícia estima que 7 mil pessoas foram ao local. A assessoria da Frente Brasil Popular, um dos movimentos que organizaram o ato, afirma que havia pelo menos 10 mil pessoas.

Recife, PE

 

Manifestação deixa Praça do Derby e segue em marcha, no Recife (Foto: Marlon Costa/Pernambuco Press)

Manifestação deixa Praça do Derby e segue em marcha, no Recife (Foto: Marlon Costa/Pernambuco Press)

O local de reunião foi a Praça do Derby, na área central. Os manifestantes iniciaram a concentração no local às 16h, gritando ‘Fora Temer’ e exibindo faixas e cartazes que pedem sua saída. De acordo com Carlos Veras, presidente da Central Única dos Trabalhadores em Pernambuco (CUT-PE), uma das entidades organizadoras do ato, 10 mil pessoas participavam do protesto. A Polícia Militar de Pernambuco não divulga estimativas de participantes de protestos.

Rio de Janeiro, RJ

 

Engenheiro Leonardo Palermo participou de ato no Centro do Rio (Foto: Matheus Rodrigues/G1)

Engenheiro Leonardo Palermo participou de ato no Centro do Rio (Foto: Matheus Rodrigues/G1)

Momentos após o fim do pronunciamento de Temer, durante o qual ele afirmou que não vai renunciar, manifestantes começaram a se concentrar na Candelária, no centro. Às 17h50, a manifestação interditava a Avenida Presidente Vargas, na altura da Candelária. O Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) foi desativado na região.

São Luís, MA

Os manifestantes se concentraram na Praça Deodoro, centro de São Luís. Segundo a organização, cerca de 500 pessoas participaram do movimento. A Polícia Militar não fez contagem dos manifestantes. O protesto pediu a renúncia de Temer e eleições diretas já.

Salvador, BA

Na capital baiana, o protesto contra Temer aconteceu na avenida Antonio Carlos Magalhães.

 
Grupo se reúne para protestar contra o presidente Michel Temer

Grupo se reúne para protestar contra o presidente Michel Temer

Santos,SP

Manifestantes se reuniram na Praça Independência, em Santos. Eles erguiam faixas com os dizeres “Fora Temer” e cartazes criticando os deputados federais que representam a região.

São Paulo, SP

 

Manifestantes fazem protesto na Avenida Paulista contra Temer e por eleições diretas (Foto: GloboNews/G1)

Manifestantes fazem protesto na Avenida Paulista contra Temer e por eleições diretas (Foto: GloboNews/G1)

Na capital paulista, os manifestantes se concentraram na Avenida Paulista, na região central. No ato convocado pelas redes sociais, que bloqueou uma das mãos da avenida, havia bandeiras de partidos e faixas pedindo “Fora, Temer” e eleições diretas, os manifestantes também gritaram palavras de ordem contra o senador afastado Aécio Neves (PSDB-MG) e contra o ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ).

Sorocaba, SP

Um grupo com integrantes do PSOL protestou próximo ao terminal Santo Antônio, no Centro de Sorocaba (SP), pedindo a saída de Temer.

De acordo com um dos organizadores, cerca de 300 pessoas participam do ato. A Polícia Militar informou 100 pessoas. Os manifestantes seguiram para a avenida Afonso Vergueiro, que precisou ter o trânsito desviado.

Teresina, PI

Cerca de dez pessoas se reuniram no centro da capital piauiense para pedir a saída de Temer.

Uberlânia

A concentração foi na Praça do Fórum, na Avenida Floriano Peixoto, no Centro. Segundo um dos organizadores, Luis Sérgio dos Santos, participaram professores, estudantes, integrantes da Central Única dos Trabalhadores (CUT), sindicatos, entre outros grupos. “Vamos lutar por nenhum direito a menos. Esse nosso ato é só o início para mais uma greve geral exigindo nossos direitos”, acrescentou ele, que faz parte da Frente Popular.

Vitória, ES

Os manifestantes começaram a se reunir em frente ao Teatro da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes) por volta das 17h, depois que o presidente fez o pronunciamento. A Polícia Militar estimou que 250 pessoas se concentraram na Ufes. Os manifestantes disseram que o movimento não tem uma organização para estimar a quantidade de pessoas.

Fonte:G1

Comentário

<----- NAVEGAÇÃO