Prefeitura requisita extensão de mão dupla que viabiliza ligação Bingen-Quitandinha

Prefeitura requisita extensão de mão dupla que viabiliza ligação Bingen-Quitandinha

Técnicos também pedem mais sinalização no trecho que já opera em mão dupla

Técnicos também pedem mais sinalização no trecho que já opera em mão dupla
Técnicos também pedem mais sinalização no trecho que já opera em mão dupla



A prefeitura está requisitando junto à Concer, a extensão em 1,2 quilômetro do trecho em mão dupla – que começou a funcionar na madrugada desta sexta-feira entre os quilômetros 81 e 78, sentido Rio com o objetivo de viabilizar a ligação Bingen-Quitandinha.  O pedido é endereçado por meio da CPTrans, que já enviou projeto à empresa no início do ano. No trecho operando em mão dupla desde a madrugada, a prefeitura requisitou à Concer mais sinalização.

“A mão dupla que iniciou nesta sexta-feira para corrigir um problema no tráfego da estrada ocasionado pela cratera mostrou, na prática, que fazer a ligação Bingen-Quitandinha é extremamente fácil, que pode ser feita de imediato com uma sinalização simples e aperfeiçoada com uma obra. A Concer passou anos a fio enrolando com esta questão”, afirma o prefeito Bernardo Rossi.





A medida visa agilizar o percurso entre os bairros e melhorar o fluxo de veículos na área central da cidade e em vias dos dois bairros. Essa ligação vai beneficiar a cerca de 8 mil veículos que terão o trecho como alternativa para seguir de um bairro ao outro.

Hoje o trecho de mão dupla – operado de forma emergencial por três quilômetros – termina próximo do túnel. A ideia é que a mão dupla seja estendida pelo túnel e, já no Quitandinha, os motoristas sigam pelo bairro Amazonas, de onde farão o retorno para o Quitandinha. Acatado o novo pedido do município, a CPTrans iniciará a instalação de sinalização para orientar motoristas, facilitando a circulação de veículos dentro do bairro Amazonas.

“Além de ser uma demanda antiga, que irá facilitar a vida dos moradores do Bingen, esta alteração certamente irá melhorar o fluxo de veículos nas ruas dos bairros e no Centro. É uma alteração que trará benefícios para toda a cidade”, pontua o diretor-presidente da CPTrans Maurinho Branco.

Em fevereiro, o município já havia solicitado à Concer que o quinto lote das obras da subida da serra, a ligação Bingen-Quitandinha, fosse a primeira a ser concluída. Desde então a CPTrans vem solicitando à concessionária que realize uma obra alternativa – apresentando um projeto feito pela própria companhia -, semelhante ao que foi aplicado, agora, pela Concer.

Prefeitura pede mais sinalização no trecho em mão dupla




A prefeitura, enviou pedido à Concer para que melhore a sinalização no trecho que passou a operar em mão dupla na madrugada desta sexta-feira.  Técnicos da CPTrans analisaram o fluxo de veículo na extensão da mudança e avaliaram que precisa ser aprimorada a sinalização principalmente à noite.

O trecho de três quilômetros em mão dupla começou a operar na madrugada desta sexta-feira (17.11) entre os quilômetros 81 e 78 – sentido Juiz de Fora. A medida foi adotada pela Concessionária que administra o trecho Rio – Juiz de Fora da rodovia, a pedido do município após o deslizamento que abriu uma cratera, no último dia 7, às margens da via, na altura do quilômetro 81, sentido Rio.

 

Anúncios

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.