Recomposição dos prejuízos com trabalho emergencial e pedido de apoio ao governo federal

Recomposição dos prejuízos com trabalho emergencial e pedido de apoio ao governo federal

Depois da tempestade, vem os reparos

ecomposição dos prejuízos com trabalho emergencial e pedido de apoio ao governo federal
Recomposição dos prejuízos com trabalho emergencial e pedido de apoio ao governo federal

O prefeito Bernardo Rossi destacou como prioridade o levantamento dos custos para restabelecer as regiões do Bela Vista e Caxambu, bairros vizinhos e atingidos por uma cabeça d’água na tarde de sábado (03.02). “A meta é agilidade para o trabalho emergencial de recomposição dos prejuízos.




O Caxambu é uma região agrícola e precisamos restabelecer a produção e seu escoamento. No Bela Vista, há barreiras a serem retiradas, recomposição do pavimento para que a rotina da comunidade volte ao normal”, afirma o prefeito Bernardo Rossi. O levantamento dos prejuízos será encaminhado ao Ministério da Integração Nacional.

O acolhimento da família do agricultor Danilo Barrilho Oliveira dos Santos, também é prioridade. “Viemos ao Caxambu primeiro para poder dar sustentação a esta família, que enfrenta uma perda irreparável e também para assistir aos desalojados. Nossa atenção vai ser estender a todas as ruas, todos os cantos onde houve consequências da chuva”, apontou o prefeito em vistoria nos bairros atingidos pelas chuvas de sábado, acompanhando o trabalho de limpeza e falou aos moradores os próximos passos.


“São duas frentes: de limpeza e recuperação emergencial e a segunda, já em curso, de avaliação dos danos para reivindicar recursos em obras estruturais de maior porte”, afirma o prefeito Bernardo Rossi.

Todas as secretarias e concessionárias de serviços públicos estão integradas e agindo. Obras, Serviços Públicos, Comdep, Assistência Social e CPTrans atuam diretamente nos locais e atendimento às famílias. Gestão Estratégica, Procuradoria e Administração atuam na parte de planejamento das ações de médio e longo prazos.

“Atuamos ao longo de 2017 em prevenção maciçamente, em preparação da população de áreas de risco, no treinamento das equipes. Isto tem possibilitado ação rápida de respostas nestes desastres”, classifica o prefeito Bernardo Rossi.

A Defesa Civil mantém 55 agentes de prontidão permanente e a prefeitura tem mais 80 homens de várias secretarias em atuação integrada à DC. Dez novos núcleos comunitários e escolares de Defesa Civil nas comunidades vulneráveis foram criados este ano e houve a reorganização de todo o sistema alerta e alarme por sirenes – 12 comunidades, 15 pontos de apoio, 20 conjuntos de sirenes, 45 moradores responsáveis pela abertura dos pontos – com chaves inclusive para acionamento das sirenes, caso indicado pela DC. Também foram instaladas sirenes no Vale do Cuiabá, área mais afetada pela catástrofe de 2011.




Técnicos da Defesa do Estado avaliam danos em Petrópolis

A Secretaria Estadual de Defesa Civil vai encaminhar para a cidade, nesta segunda-feira (05.03), 10 técnicos especialistas em avaliação de danos. Eles se juntam ao corpo técnico da Defesa Civil de Petrópolis para contabilizar os prejuízos causados pela pancada de chuva de sábado. Agentes da Coordenadoria Regional de Defesa Civil da Região Serrana do Estado do Rio de Janeiro também reforçam a escala de atendimentos às ocorrências na segunda.

Produtores rurais do Caxambu contabilizam perdas

Os produtores rurais do Caxambu se reúnem agora à tarde para contabilizar os prejuízos. Produções inteiras foram perdidas com a cabeça d´água que caiu sobre o bairro. A localidade tem 100 famílias de produtores rurais e é uma das principais áreas de produção rural da cidade. A Secretaria de Desenvolvimento Econômico vai acompanhar os produtores nas reivindicações para retomar com a atividade.




Joaquim Sérgio, vice-presidente da associação de produtores do bairro disse que a prioridade é refazer os acessos ao bairro. “Entrei em contato com a prefeitura no sábado à noite já pedindo o maquinário para recuperar emergencialmente e agora vamos trabalhar para que volte ao normal”.

Anúncios

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.