MPF solicita informações sobre planos de prevenção de incêndios a 30 museus




MPF solicita informações sobre planos de prevenção de incêndios a 30 museus

Entre as instituições, está o Museu Imperial, em Petrópolis; dados podem servir de base para ações – Fábio Seixo / Agência O GLOBO

RIO — O Ministério Público Federal (MPF) encaminhou ofício a 30 museus do país sob a responsabilidade do Instituto Brasileiro de Museus (Ibram) com pedido de informações sobre planos de gerenciamento de riscos, prevenção e combate a incêndios e situações de pânico e também sobre a existência de autos de vistorias do Corpo de Bombeiros. Entre as instituições, está o Museu Imperial, em Petrópolis, na Região Serrana do Rio. A medida faz parte da ação “Manutenção de Prédios Históricos em Risco”, da Câmara de Meio Ambiente e Patrimônio Histórico do MPF (4CCR), que fiscaliza o estado e as condições de manutenção de prédios históricos e museus brasileiros.

LEIA:Reerguer Museu Nacional pode custar R$ 100 milhões, estimam profissionais do mercado de restauração

Um levantamento prévio já havia reunido informações sobre os gestores responsáveis pelas 30 instituições, dados de tombamento dos museus e a existência ou não de procedimentos extrajudiciais ou judiciais em curso. De acordo com o MPF, com a informações solicitadas agora, poderão ser propostas ações, instaurados procedimentos de acompanhamento, Termos de Ajustamento de Conduta (TACs), entre outras providências para a implementação dos planos de salvaguarda dos prédios e acervos.

A ação do MPF pretende identificar as edificações históricas com risco de incêndio ou que estejam com as estruturas comprometidas.

— O objetivo é evitar ocorrências similares à do Museu Nacional, no Rio de Janeiro, que foi parcialmente destruído por um incêndio de grandes proporções ocorrido em 3 de setembro – explica o coordenador da 4CCR, o subprocurador-geral da República Nívio de Freitas.

Após o incêndio, o MPF requisitou a instauração de inquérito policial para apurar as causas e as responsabilidades pelo dano causado ao prédio do Museu Nacional e seu acervo.

Newsletter



As principais notícias do dia no seu e-mail.

TROCAR IMAGEM


Quase pronto…

Acesse sua caixa de e-mail e confirme sua inscrição para começar a receber nossa newsletter.

Ocorreu um erro.
Tente novamente mais tarde.

Email inválido.
{{mensagemErro}}

//Setup Facebbok Api
window.fbAsyncInit = function() {
FB.init({appId: ‘431855430329169’, status: true, cookie: true, xfbml: true});
};
(function(d, s) {
var js, fjs = d.getElementsByTagName(s)[0], load = function(url, id) {
if (d.getElementById(id)) {return;}
js = d.createElement(s); js.src = url; js.id = id;
fjs.parentNode.insertBefore(js, fjs);
};
load(‘//connect.facebook.net/pt_BR/all.js#xfbml=1’, ‘fbjssdk’);
load(‘https://apis.google.com/js/plusone.js’, ‘gplus1js’);
load(‘//platform.twitter.com/widgets.js’, ‘tweetjs’);
}(document, ‘script’));
$(document).ready(function() {
try {
FB.Event.subscribe(‘edge.create’, function(targetUrl) { _gaq.push([‘_trackSocial’, ‘facebook’, ‘like’ , targetUrl]); });
FB.Event.subscribe(‘edge.remove’, function(targetUrl) { _gaq.push([‘_trackSocial’, ‘facebook’, ‘unlike’, targetUrl]); });
} catch(e) {
//console.log(e);
}
});
var FACEBOOK_APP_ID = ‘431855430329169’;





Fonte