Saúde apresenta resultados do quadrimestre na Câmara


Saúde apresenta resultados do quadrimestre na Câmara

Nova administração das UPAs e custeio de leitos pelo Ministério da Saúde foram destaques no relatório



Custeio de leitos de UTI e de unidades de tratamento intermediário, incorporação do Serviço Social Autônomo do Hospital Alcides Carneiro (Sehac) à administração das unidades de Pronto Atendimento (UPA) e manutenção do quadro de estatutários cedidos no HAC. Estes foram alguns dos destaques da apresentação do Quadrimestre da Saúde, uma prestação de contas do município que mostrou o trabalho desenvolvido pela pasta de maio a agosto. O relatório foi apresentado, nesta sexta-feira (28.09), em Audiência Pública na Câmara de Vereadores.

“Esta é uma forma de mostrar com mais detalhes todo o trabalho que desenvolvemos pela assistência em Saúde no município. Todos nossos colaborares têm se empenhado muito para garantir a melhor assistência à população, e este espaço é fundamental. Nos colocamos à disposição, também, para tirar as dúvidas que surgirem e receber sugestões”, disse a secretária de Saúde, Fabiola Heck.

Neste quadrimestre, o município conquistou a liberação de mais de R$ 1 milhão para custeio de dois leitos de Unidade de Terapia Intensiva Neonatal (UTIN Tipo II), de dez leitos de Cuidados Intermediários Neonatal Convencional (UCINCo) e de cinco leitos de Unidade Intermediário Neonatal Canguru (UCINCa), no Hospital Alcides Carneiro. Estes leitos foram habilitados no início deste ano.

“Nunca Petrópolis conseguiu a habilitação de tantos leitos de UTI. É uma vitória do município, que, desde o ano passado, está lutando, tendo ido buscar junto ao Ministério da Saúde estes recursos. Em agosto, demos início, também, aos trabalhos à frente das duas unidades de Pronto Atendimento. Uma grande responsabilidade, mas o processo foi muito bem planejado, com transparência, e feito com tranquilidade”, destacou o presidente o Hospital Alcides Carneiro, Filipe Furtuna.

Outro ponto positivo na apresentação foi o acordo feito na Justiça, que decidiu por manter os 240 funcionários estatutários do município cedidos à unidade de saúde, no HAC. A decisão do juiz federal Fábio Nobre Bueno Brandão, da 2ª Vara Federal de Petrópolis, pôs fim à incerteza dos servidores e também ao risco de comprometer os serviços do Hospital, o principal da rede pública que perderia os profissionais, entre os quais 81 médicos especializados.

Atenção Básica aumentou o número de consultas nas UBSs

O Departamento de Atenção Básica registrou aumento do número de consultas de médicos, dentistas e enfermeiros nas unidades Básicas de Saúde (UBS), na comparação com o quadrimestre anterior. De maio a agosto, foram 80.987, quase sete mil mais consultas que de janeiro a abril, que registrou 74.113.

“Isto demonstra o comprometimento de toda a equipe no oferecimento de uma melhor assistência desde a Atenção Básica. Para conseguir estes resultados, temos trabalhado com capacitação e temos colocados mais médicos para atender a população que têm nestas unidades a referência”, comentou Fabiola Heck.

Destaca-se, também, na Atenção Básica as mais de mil consultas realizadas pelo Consultório na Rua, 798 atividades da Academia da Saúde, 1.017 ações do Saúde na Escola, mais de seis mil exames preventivos colhidos pelo Programa Saúde da Mulher, 1,5 mil atendimentos pelo Serviço de Atenção Domiciliar (SAD).

Mais de 178 mil atendimentos de urgência e emergência

De maio a agosto, as portas de entrada de urgência e emergência do município registraram 178.397 atendimentos. Só nas duas UPAs, foram mais de 101 mil atendimentos: quase 57 mil na unidade do Centro e 44 mil em Cascatinha. O Pronto Socorro Leônidas Sampaio fez, neste período, mais de 39 mil atendimentos e o Hospital Municipal Doutor Nelson de Sá Earp, 19 mil.

“Temos um trabalho que é um dos mais difíceis. Lidamos diretamente com a vida das pessoas e temos um compromisso: atender a todos. Lutamos diariamente e, para ampliar o atendimento, já temos prevista a implantação do Centro de Ortopedia ao lado do Hospital Municipal Doutor Nelson de Sá Earp, que vai ser um auxílio na qualificação do atendimento em ortopedia no município”, frisou o superintendente Hospitalar de Urgência e Emergência, Claudio Morgado.

O Hospital Alcides Carneiro registrou, de maio a agosto, mais de 18,4 mil atendimentos de urgência e emergência. O número é 11% maior que o de janeiro a abril. Assim como nas demais unidades de urgência do município, o número de pessoas vindas de outras cidades e buscam atendimento em Petrópolis foi um dos fatores apontados pelo aumento no número de admissões.

“Já notificamos o estado para que as providências cabíveis sejam tomadas para que o município receba pelo atendimento de pessoas que vêm de outras cidades. É um grande desafio para todos atender a toda esta demanda, mas há um grande esforço para que a nossa população não fique desamparada”, pontuou o procurador adjunto de Suporte à Saúde, Anderson Garcia.

Participaram da apresentação, além de demais superintendentes e diretores da Secretaria de Saúde, o presidente da Câmara de Vereadores, Roni Medeiros, e os vereadores Silmar Fortes e Luizinho Sorriso.

(function(d, s, id) {
var js, fjs = d.getElementsByTagName(s)[0];
if (d.getElementById(id)) return;
js = d.createElement(s); js.id = id;
js.src = “http://connect.facebook.net/pt_BR/all.js#xfbml=1”;
fjs.parentNode.insertBefore(js, fjs);
}(document, ‘script’, ‘facebook-jssdk’));





Fonte





%d blogueiros gostam disto: