Surto de conjuntivite atinge mais de 2 mil pacientes em Petrópolis

Surto de conjuntivite atinge mais de 2 mil pacientes em Petrópolis

Dados foram divulgados pela Prefeitura nesta terça-feira (6).

Município criou protocolo especial de atendimento em todas as unidades de saúde.

Surto de conjuntivite atinge mais de 2 mil pacientes em Petrópolis
Surto de conjuntivite atinge mais de 2 mil pacientes em Petrópolis

Segundo dados divulgados nesta terça-feira (6) pela Prefeitura de Petrópolis, um surto de conjutivite já atingiu 2.174 pessoas este ano na cidade. Só na última segunda-feira (5), foram atendidos 232 pacientes com a inflamação na UPA Cascatinha e 196 na unidade do Centro. Para desafogar as unidades de urgência, a Secretaria de Saúde direcionou, a partir desta quarta (7), os atendimentos das pessoas com a doença para as unidades e postos de saúde do município.




Ainda de acordo com o município, o número representa 40% de todo o atendimento de cada unidade atingindo recorde para o período.

Por ser de fácil transmissão, a prefeitura faz um alerta para que nos sintomas iniciais – coceira e ardência nos olhos – a pessoa busque imediatamente uma das unidades de Saúde da cidade.


“Adotamos um protocolo especial em que ao chegar as unidades, o paciente passa pela triagem e é encaminhado para uma ala prioritária com consultório destinado a receber pacientes com a inflamação. Porém o número de pessoas com conjuntivite está muito alto o que está gerando reclamações dos outros pacientes e atraso nos outros atendimentos. Então buscamos apoio junto à atenção básica já que a doença é de fácil diagnóstico”, afirma Cláudio Morgado, superintendente Hospitalar de Urgência e Emergência

Sobre a conjuntivite

A inflamação atinge a membrana que recobre os olhos (conjuntiva) e causa um quadro de grande incômodo para os pacientes, exigindo tratamento imediato. Nos quadros leves é utilizado apenas um colírio com tratamento de até três dias, casos mais graves podem ser necessários o uso de anti-inflamatório, colírio e maior tempo de tratamento.

A médica da UPA Cascatinha, Néli Barbosa Martins, reforça que é importante as pessoas estarem sempre atentas aos sintomas iniciais que são os olhos vermelhos, secreção, lacrimejamento, pálpebras inchadas e sensação de areia nos olhos.



Geralmente a conjuntivite acomete os dois olhos e os sintomas podem perdurar por até duas semanas.

Anúncios

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.