Espancamento em Corrêas – O cerco está fechando, não vai ter onde se esconder

Espancamento em Corrêas – O cerco está fechando, não vai ter onde se esconder

Suspeito da morte de jovem por espancamento em Corrêas foi preso

Felipe dos Santos Petronilho, de 26 anos
Felipe dos Santos Petronilho, de 26 anos

Agentes da 105ª Delegacia de Polícia prenderam um dos suspeitos da morte de Felipe dos Santos Petronilho, de 26 anos, que foi espancado em um bar próximo à Praça de Corrêas, no dia 25 de fevereiro. O suspeito foi localizado na Comunidade do Neylor, na última quarta-feira (28), e a polícia já tinha um mandado de prisão contra ele.




Um segundo envolvido no crime também já foi identificado, mas está foragido.

A vítima faleceu no dia 16 de março, no Hospital Santa Teresa, onde esteve internado desde o espancamento. Segundo informações, a vítima teria sido agredida por quatro homens após tentar apartar uma briga em um bar nas proximidades da Praça de Corrêas.

Felipe era morador da Rua 1º de Maio, na Praça Pasteur, e trabalhava em uma barraca de cachorro-quente em frente ao Museu Imperial, no Centro. O rapaz deixou dois filhos.

O caso continua sendo investigado sob o comando do inspetor Haroldo, chefe da Divisão de Homicídios da delegacia do Retiro.



A polícia tenta agora localizar o segundo suspeito já identificado do crime.


Anúncios

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.