Leilão britânico coloca à venda uma câmera espiã disfarçada de… câmera

Leilão britânico coloca à venda uma câmera espiã disfarçada de… câmera


O período da Guerra Fria estimulou a invenção de uma série de gadgets usados em espionagem que inspiraram muito do que vemos na série de filmes do agente 007. São canetas explosivas, rastreadores, pastas que atiram e possuem facas ocultas e, claro, câmeras escondidas em todo tipo de objeto. Naquela época, esses dispositivos eram realmente utilizados por espiões em busca de informações que pudessem dar a dianteira aos Estados Unidos ou à União Soviética nessa disputa ideológica que só se encerrou no começo dos anos 1990.

A câmera verdadeira, a interior, está com sua lente apontada para a lateral do case externo, fazendo com que quem usa a carcaça da câmera possa tirar fotos de maneira secreta

Até hoje, alguns desses gadgets ainda são o xodó de colecionadores e eventualmente são leiloados em eventos especiais muito procurados pelos entusiastas de dispositivos desse tipo. A Aston’s Auctioneers, empresa britânica de leilões, colocou à disposição dos lançes um conjunto de 25 câmeras soviéticas bem raras usadas em espionagem. Porém, uma delas especificamente chamou a atenção: trata-se de uma câmera em miniatura que está devidamente disfarçada de… câmera.

Advertisements

Como assim?

Vamos explicar: o que foi leiloado é uma pequena câmera de espionagem F-21 AJAX-12 que usa filme de 21 mm e possui lente f/2.8. Porém, o dispositivo encontra-se dentro de uma KMZ Zenit-E SLR, uma câmera fotográfica soviética comum, civil, e que aparentemente não passa de apenas um gadget de turista. A câmera verdadeira, a interior, está com sua lente apontada para a lateral do case externo, fazendo com que quem usa a carcaça da câmera possa tirar fotos de maneira secreta com uma visão lateral da direção na qual a Zenit está apontada.

Entre os outros objetos leiloados estão câmeras em formato de maleta, de maço de cigarro e de guarda-chuva. Praticamente todos os objetos são de 1942 a 1990 e funcionam perfeitamente.


Rafael Farinaccio