Vereador Antônio Brito propõe alteração do Regimento Interno

Vereador Antônio Brito propõe alteração do Regimento Interno

Vereador Antonio Brito propõe alteração no regimento interno

da Câmara para tornar célere o chamamento de suplentes.

Vereador Antônio Brito propõe alteração do Regimento Interno
Vereador Antônio Brito propõe alteração do Regimento Interno

Na tarde desta quinta-feira, 07, o vereador Antonio Brito (PRB), protocolou projeto de resolução que, se aprovado, pode deixar mais transparente e célere a convocação de suplentes de vereadores em caso de o titular estiver afastado, mesmo que momentaneamente, por decisão judicial ou decretação de prisão.




“Há necessidade de atualizar o Regimento Interno diante de fatos que, infelizmente, se tornaram habituais em diversas Casas Legislativas do Brasil – o afastamento de parlamentares por ordem judicial”, defendeu Brito.

De acordo com o projeto, se por decisão judicial um vereador for preso ou afastado de suas funções parlamentares, o suplente deve ser convocado imediatamente para não haver vacância no cargo.


“Não há porque ficar vago o cargo. Os trabalhos desta Casa não podem ser prejudicados. A imagem da instituição Câmara Municipal não pode ser prejudicada por problemas pessoais de qualquer pessoa. A Câmara é maior que qualquer um, e para isto precisamos atualizar a legislação”, argumentou o vereador Antonio Brito, dizendo ainda que se esta atualização fosse feita antes, a instituição Câmara Municipal teria evitado muito desgaste neste legislatura.



O projeto do vereador Antonio Brito é baseado também na decisão da Desembargadora Katya Maria de Paula Menezes Monnerat, relatora da medida cautelar que mantém a decretação da prisão vereadores Paulo Igor e Dudu.  Segundo a decisão, “a eventual convocação de suplentes deve ser dirimida por legislação aplicável, pela Câmara Municipal, órgão competente para tais questões”.

O projeto será lida na próxima sessão ordinária, dia 12 de junho, em seguida fica na mesa do presidente da Casa por três sessões para apreciação dos demais vereadores, e só então segue para ser votado em plenário.




Fonte: Gabinete vereador Antonio Brito
Edição: Roberto Loureiro

Anúncios

Comments are closed, but trackbacks and pingbacks are open.