Vereador Professor Leandro Azevedo deixa o PSB

Vereador Professor Leandro Azevedo deixa o PSB

Em nota o Vereador explicou o motivo de sua saída do PSB

Vereador Professor Leandro Azevedo deixa o PSB
Vereador Professor Leandro Azevedo deixa o PSB

O vereador professor Leandro Azevedo anunciou nesta quinta-feira (12/04) sua desfiliação do Partido Socialista Brasileiro – PSB, durante a sessão plenária, na Câmara Municipal. O presidente Nacional da agremiação, Carlos Siqueira, assinou uma carta autorizando a saída do vereador, por justa causa. O documento garante ao parlamentar a permanência no mandato.




Na carta, assinada do dia 2 de abril, Siqueira reconhece a “incompatibilidade política, programática e ideológica” entre o partido e o vereador. Por ora, Leandro Azevedo, eleito em 2016 com 2,673 votos, vai permanecer sem partido, mas já está sendo procurado por outras lideranças.

As mudanças nos rumos do partido em todo o Estado e a falta de diálogo para tomada de decisões, são as causas de o vereador deixar o partido. Na carta enviada a executiva municipal do PSB, Leandro Azevedo destaca que tem percebido transformações desde o início de seu mandato, em janeiro de 2017.


“Nada nos é perguntado ou debatido. As decisões sempre priorizam posições e alianças mais estreitas, contrariando o que o Eduardo Campos defendia, ou seja, um projeto de País e opinião própria sobre a vida brasileira”, explica Leandro Azevedo, acrescentando: “A construção partidária não é mais respeitada e o diálogo deixou de ser imperativo. Os parlamentares e a base partidária não são ouvidos para as grandes decisões”, complementa.

Depois de 20 anos de filiação no PSB, a advogada Rosângela Stumpf, atual chefe de gabinete do vereador Leandro Azevedo também entregou, ontem, a sua carta de desfiliação. “A ideologia e programa partidário foi o que me atraiu ao PSB, mas agora, devido aos novos rumos do Partido e a incompatibilidade com minhas convicções, não existe outra alternativa”, lamenta a Stumpf, que foi presidente do PSB por mais de cinco gestões.



Nas quatro gestões do PSB, sendo uma de Paulo Gratacós e três de Rubens Bomtempo, Petrópolis garantiu muitas conquistas, como exemplo, podemos citar a reforma do Centro Histórico, os grandes avanços na área da Educação e o início dos conselhos municipais, como o Conselho da Saúde, em 1991.

“Sem dúvida, o partido foi um dos grandes responsáveis pelos avanços da nossa cidade, por isso, hoje deixo o PSB com muita tristeza, mas também com ar da missão cumprida e com a certeza de ter defendido as bandeiras partidárias. Agradeço toda a militância da nossa cidade”, finaliza o Azevedo.

Fonte: Assessoria de Imprensa do Gabinete do Vereador

Anúncios

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.