Vídeo mostra incêndio que atingiu casas e queimou 800 m² de mata em Petrópolis

Vídeo mostra incêndio que atingiu casas e queimou 800 m² de mata em Petrópolis

Fogo começou após explosão em poste no bairro Jardim Salvador nesta segunda-feira





Um vídeo gravado por um morador mostra o início de um incêndio no bairro São Salvador, em Petrópolis, na Região Serrana do Rio, nesta segunda-feira (9). Uma área de mata de 800 metros quadrados e duas casas tiveram os cômodos queimados.

O balanço foi divulgado pelo Corpo de Bombeiros, após fazer o combate das chamas com uso de água e abafadores. No início da operação, a corporação havia divulgado que apenas um imóvel tinha sido atingido.

As imagens mostram o momento em que as chamas começaram a se alastrar. De acordo com os bombeiros, o fogo começou após uma explosão em um poste que tinha três linhas de alta tensão. O incêndio chegou perto das torres de transmissão de energia elétrica.

Segundo moradores, dois cabos do poste se romperam e causaram o incêndio. Uma das casas ficou totalmente queimada e a dona do imóvel teve roupas, móveis e eletrodomésticos destruídos. Um outro imóvel teve a parte elétrica danificada.




Ainda de acordo com moradores, esta não é a primeira vez que ocorrem descargas elétrica no bairro e que o problema já foi comunicado à Enel, concessionária responsável pelo abastecimento de energia.


Em nota, a Defesa Civil afirmou que uma equipe esteve no local e ”vistoriou duas casas atingidas pelo incêndio” e que “como não houve dano na estrutura dos imóveis, os proprietários terão que refazer apenas a parte elétrica de cada residência”.

O órgão também informou que “os moradores foram orientados a observar a situação de cada casa, já que podem surgir rachaduras ou outros problemas com o resfriamento da estrutura ao longo do dia”.

Já a Enel disse que “algumas casas da Rua Mário Ventura Ribeiro foram construídas na faixa de servidão da linha de transmissão da companhia, área não autorizada para construção devido aos possíveis riscos gerados pela proximidade com a linha.”




A distribuidora acrescentou que “realiza constantemente trabalho de fiscalização e notificação das construções irregulares. Em relação ao curto-circuito na rede, a empresa apura as causas do ocorrido”.

Anúncios

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.