Curiosidades e documentos do acervo da Biblioteca Central Municipal Gabriela Mistral

são divulgados na página criada no Facebook

Arquivo Histórico de Petrópolis ganha lugar no mundo virtual na rede social
Arquivo Histórico de Petrópolis ganha lugar no mundo virtual na rede social



Fatos e curiosidades registradas em cerca de 900 mil documentos que reúnem certidões de óbito, jornais, plantas de imóveis, entre outros, incluindo pedidos dos mais variados, engraçados e até inusitados, como para extração de dentes, lavar roupa na beira do rio e também para andar de bicicleta na rua. São informações documentadas que formam o Arquivo Histórico de Petrópolis, que agora ganhou lugar no mundo virtual com uma página do Facebook. O público vai ver publicações das curiosidades encontradas no acervo, que pertence à Biblioteca Central Municipal Gabriela Mistral.

 

“As redes sociais, hoje, tem um papel multiplicador da informação. Com a página, é uma maneira leve e de amplo acesso para levar a todo o público essas curiosidades e até raridades que temos documentadas no nosso Acervo Histórico, um espaço tão importante da memória de Petrópolis”, frisa o diretor-presidente do Instituto Municipal de Cultura e Esportes, Leonardo Randolfo, que administra a biblioteca.

 

Nas sete toneladas de papel do acervo, o público encontra jornais desde 1851; certidões de óbito de 1889 a 1968; livros de sepulturas; processos administrativos desde 1889; livros de imposto predial e de imposto de indústria e profissionais; plantas de imóveis; Diário Oficial do Município; livros de atos, decretos, leis e ofício municipais; além de um acervo de fotografias, CDs, DVDs, mapas e plantas. Periodicamente esses recortes, imagens e fatos, alguns bem inusitados, são postados na rede social. São 40 anos reunindo a história e memória de Petrópolis desde a colonização.




A ideia é que as pessoas conheçam o conteúdo que existe no Arquivo Histórico, mas também possam trocar informações de algum novo documento que também possa integrar o acervo.

 

“A página foi criada com objetivo de mostrar para as pessoas o valor quem tem o arquivo. Levar ao público parte do arquivo. Passei minha vida aqui fazendo a leitura de toda essa documentação. E fui encontrando nesse processo todas essas curiosidades e até coisas importantes e até engraçadas, como os casos de polícia. E me perguntavam porque não colocar isso na internet e criamos o Facebook para divulgar mais essa riqueza que temos”, conta a chefe do Arquivo Histórico desde 1992, Mariza Gomes, que há 32 anos se dedica à Biblioteca Municipal.




Quem quiser visitar o Arquivo Histórico de Petrópolis, que fica na Biblioteca Central Municipal Gabriela Mistral no Centro de Cultura Raul de Leoni, o espaço funciona de segunda a sexta-feira, de 8 às 18h. A entrada é gratuita. Para seguir a página no Facebook pode acessar www.facebook.com/ArquivoHistoricodePetropolis/.

Fonte: Coordenadoria de Comunicação Social/PMP

https://i2.wp.com/www.avozdepetropolis.com.br/wp-content/uploads/2017/10/08-10-17-DOMINGO-Arquivo-Hi.jpg?fit=600%2C370&ssl=1https://i2.wp.com/www.avozdepetropolis.com.br/wp-content/uploads/2017/10/08-10-17-DOMINGO-Arquivo-Hi.jpg?fit=150%2C93&ssl=1Marcia ChavesCidade#avozdepetropolis,a voz de petropolis,arquivos,Brasil,cidade de petropolis,cidade do Rio,cultura,dia a dia de petropolis,historico,informações,jornais,jornal de petropolis,matérias,minuto a minuto,noticias,noticias de petropolis,notícias urgentes,noticiasdepetropolis,politica,prefeitura,rio de janeiro,RJ,saber mais petropolis,saiba mais petropolis,tempo real,ultima hora,urgente,viajarCuriosidades e documentos do acervo da Biblioteca Central Municipal Gabriela Mistral são divulgados na página criada no Facebook (adsbygoogle = window.adsbygoogle || ).push({}); A ideia é que as pessoas conheçam o conteúdo que existe no Arquivo Histórico, mas também possam trocar informações de algum novo documento que também possa integrar o acervo.   “A...Noticias de Petrópolis em um só lugar, a verdade doa a quem doer.