Diferença foi encontrada comparando as dívidas alegadas no balanço feito pela gestão anterior

e o valor real informado pela Receita Federal

Auditoria fiscal aponta dívida ainda maior na CPTrans
Auditoria fiscal aponta dívida ainda maior na CPTrans

Auditoria fiscal realizada nas contas da Companhia Petropolitana de Trânsito e Transportes (CPTrans) apontam um rombo ainda maior do que a dívida já encontrada pela atual administração, de quase R$ 33 milhões. O valor de R$ 689.217,01 que serão somados ao passivo é referente à diferença encontrada no comparativo entre às dívidas alegadas no balanço realizado pela gestão anterior no ano de 2016, e o real valor informado pela Receita Federal.




A incompatibilidade se refere às dívidas tributárias – impostos e contribuições a pagar – auditada pela administração em 2016 com lançamentos do regime do ano anterior. Agora, a atual gestão deverá lançar a diferença encontrada no balanço de 2018, referente ao ano de 2017 nas contas da companhia, justificando o erro no regime de competência da gestão anterior.

“Isso mostra o total despreparo e falta de comprometimento com os recursos da companhia. Deixaram a CPTrans completamente sucateada, sem sequer deixar claro o real valor do passivo nas contas da mesma. Isso é um desrespeito com a empresa pública, porém,  mais do que isso, com a população, que carece dos serviços da companhia e que, por vezes, não o tem porque precisamos pagar as contas herdados para recuperar o crédito e conseguir efetuar um trabalho digno do que os petropolitanos merecem”, critica o atual diretor-presidente da CPTrans, Maurinho Branco.





A auditoria fiscal nas contas da companhia foi realizada utilizando os padrões usuais com a aplicação de testes e exames sobre operações, livros, registros, documentos, posições contábeis e controles subsidiários. O serviço foi executado diante da série de informações desencontradas entre o que a antiga gestão deixou e o cenário real encontrado pela atual equipe da companhia.

“A CPTrans se encontra em uma posição extremamente delicada e isso compromete diretamente a capacidade da companhia e levar melhorias para à população que exija investimento de recursos. Essa auditoria também encontrou uma série de outras irregularidades que estamos resolvendo. Buscamos fortalecer a companhia e, assim, conseguir resultados realmente significativos para a população”, destaca o diretor técnico e operacional da CPTrans, Luciano Moreira.





Fonte: Coordenadoria de Comunicação Social/PMP
Edição: R.Loureiro

https://i1.wp.com/www.avozdepetropolis.com.br/wp-content/uploads/2017/10/CPTrans.jpg?fit=600%2C370&ssl=1https://i1.wp.com/www.avozdepetropolis.com.br/wp-content/uploads/2017/10/CPTrans.jpg?fit=150%2C93&ssl=1Marcia ChavesAcontece#avozdepetropolis,a voz de petropolis,auditoria,Brasil,cidade de petropolis,cidade do Rio,contas,CPTrans,cultura,dia a dia de petropolis,informações,jornais,jornal de petropolis,matérias,minuto a minuto,noticias,noticias de petropolis,notícias urgentes,noticiasdepetropolis,politica,prefeitura,rio de janeiro,RJ,rombo,saber mais petropolis,saiba mais petropolis,tempo real,ultima hora,urgente,viajarDiferença foi encontrada comparando as dívidas alegadas no balanço feito pela gestão anterior e o valor real informado pela Receita Federal Auditoria fiscal realizada nas contas da Companhia Petropolitana de Trânsito e Transportes (CPTrans) apontam um rombo ainda maior do que a dívida já encontrada pela atual administração, de quase R$...Noticias de Petrópolis em um só lugar, a verdade doa a quem doer.