Médicos em número insuficiente e condições precárias de instalações são problemas apontados pelo Cremerj.

Conselho Regional de Medicina vistoria UPAs de Petrópolis, e identifica irregularidades
Conselho Regional de Medicina vistoria UPAs de Petrópolis, e identifica irregularidades



O Conselho Regional de Medicina do Estado do Rio de Janeiro (Cremerj) vistoriou as duas Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) de Petrópolis, na Região Serrana do Rio, e apontou irregularidades. A fiscalização ocorreu na quinta-feira (28) nas unidades do Centro e de Cascatinha.

As UPAs passaram a ser administradas por uma nova empresa, a Consórcio Saúde Legal, no dia 21 de setembro. Antes disso, eram dirigidas pela Cruz Vermelha.

De acordo com Jorge Gabrich, coordenador do Cremerj em Petrópolis, o Consórcio será notificado pelas irregularidades. No caso da unidade de Cascatinha, ele disse que está funcionando sem diretor técnico desde o dia 21 de setembro. Segundo Gabrich, o diretor deveria ser um médico responsável por coordenar as ações na unidade.




“É uma irregularidade que acontece também em outras unidades de saúde de Petrópolis”, afirmou.

Além disso, o coordenador do Cremerj afirma que a UPA de Cascatinha deveria ter quatro clínicos gerais e três pediatras, mas só tem três clínicos e dois médicos recém-formados atuando como pediatras.

Gabrich também apontou como irregularidade o fato de médicos com CRM de Minas Gerais estarem carimbando receituários, o que, segundo ele, não poderia ocorrer.

Na UPA Centro, ele afirma que as notificações foram administrativas, como condições precárias do ar-condicionado, sabão para a pia inadequado, assim como as distâncias inapropriadas entre os leitos.

“Todas as denúncias serão encaminhadas para a Defensoria Pública”, afirmou.




A empresa Consórcio Saúde Legal foi procurada pela equipe da Inter TV e o G1 também aguarda um posicionamento.

Fonte: Inter TV e G1

https://i2.wp.com/www.avozdepetropolis.com.br/wp-content/uploads/2017/09/Conselho-Regional-de-Medici.jpg?fit=600%2C370&ssl=1https://i2.wp.com/www.avozdepetropolis.com.br/wp-content/uploads/2017/09/Conselho-Regional-de-Medici.jpg?fit=150%2C93&ssl=1Marcia ChavesCidade#avozdepetropolis,a voz de petropolis,Brasil,cidade de petropolis,cidade do Rio,CREMERJ,cultura,dia a dia de petropolis,estado,informações,jornais,jornal de petropolis,matérias,medicina,minuto a minuto,noticias,noticias de petropolis,notícias urgentes,noticiasdepetropolis,politica,precario,prefeitura,rio de janeiro,RJ,saber mais petropolis,saiba mais petropolis,tempo real,ultima hora,UPAs,urgente,viajarMédicos em número insuficiente e condições precárias de instalações são problemas apontados pelo Cremerj. (adsbygoogle = window.adsbygoogle || ).push({}); 'É uma irregularidade que acontece também em outras unidades de saúde de Petrópolis', afirmou. Além disso, o coordenador do Cremerj afirma que a UPA de Cascatinha deveria ter quatro clínicos gerais e três...Noticias de Petrópolis em um só lugar, a verdade doa a quem doer.