Temer tem 77 anos e é o mais velho presidente da história brasileira

(Editorial ao final da matéria)

Temer tem obstrução parcial de uma artéria
Temer tem obstrução parcial de uma artéria




O presidente Michel Temer está com obstrução parcial de uma artéria coronária, mas ainda não há previsão de que seja submetido a cateterismo para sua desobstrução.

O problema foi detectado em exame de imagem, segundo apurou a Folha de São Paulo. Temer deverá passar por tratamento medicamentoso e dieta. Se o tratamento for bem sucedido, poderia se dispensar a cinecoronariografia por cateterismo.

Temer tem 77 anos e é o mais velho presidente da história brasileira.

Na noite de terça (10), foi informado que o presidente seria submetido a cateterismo. A assessoria do presidente negou que ele vá passar por tal procedimento. O médico de Temer, Roberto Kalil, também não confirmou a necessidade do cateterismo.Segundo médicos especialistas ouvidos pela Folha, a obstrução parcial de uma artéria coronária é relativamente comum.

Em um grupo de cem pessoas com mais de 65 anos, entre 20 a 30 tem algum tipo de doença coronária, que atinge uma artéria do coração e pode levar a um ataque cardíaco.

Assim como a maioria das pessoas com a doença, Temer deve continuar exercendo as atividades normalmente.grupos de risco A idade do presidente é um dos fatores que o colocam em um grupo de risco, com mais chances de adquirir a doença, que atinge principalmente pessoas acima dos 50 anos. Além da faixa etária, o stress, o sedentarismo, a pressão alta e a diabetes são outros fatores que aumentam a probabilidade de adquiri-la.




“Hoje em dia as pessoas morrem por duas causas principais: ou doenças cardiovasculares ou o câncer. Acidentes, por exemplo, são menos”, diz o cardiologista e e especialista em infarto agudo do miocárdio do HCor (Hospital do Coração) Leopoldo Piegas.

Segundo ele, a obstrução acontece quando uma espécie de placa de gordura se acumula, formando coágulos que dificultam a circulação sanguínea. A depender do tamanho dessas placas, o paciente sequer apresenta sintomas. Conforme esses coágulos aumentam, entretanto, o paciente pode passar a sentir dores no peito quando aumenta o seu consumo de oxigênio.

O melhor tratamento é a mudança de hábito, com a alimentação saudável e a prática de exercícios regulares. Quando a doença atinge nível mais avançado, é necessário o uso de medicamento que reduzem o colesterol ou alteram a coagulação do sangue. Em casos extremos, há a necessidade de procedimentos invasivos, como o cateterismo ou a cirurgia.

EDITORIAL

Os brasileiros já devem estar acostumados com essa história, sempre que algum político começa a ser investigado, ou tem sua posição e cargo político ameaçado por algum escândalo acaba por ficar doente.




T

Detalhe os doentes sempre são tratados nos melhores hospitais do País e do mundo (Dinheiro Público sendo usado) enquanto  a saúde pública brasileira pede socorro para não morrer.

Não seria a hora dos políticos começarem a usar também o SUS, com certeza o Sistema Único de Saúde passaria a ter um dos melhores atendimentos do mundo.

Fonte da Matéria: Folhapress
Editorial: Roberto Loureiro

 

 

https://i1.wp.com/www.avozdepetropolis.com.br/wp-content/uploads/2017/10/Temer-tem-obstrução-parcial.jpg?fit=600%2C370&ssl=1https://i1.wp.com/www.avozdepetropolis.com.br/wp-content/uploads/2017/10/Temer-tem-obstrução-parcial.jpg?fit=150%2C93&ssl=1Marcia ChavesBrasil#avozdepetropolis,a voz de petropolis,Brasil,cidade de petropolis,cidade do Rio,corrupção,cultura,dia a dia de petropolis,doença,informações,jornais,jornal de petropolis,matérias,minuto a minuto,noticias,noticias de petropolis,notícias urgentes,noticiasdepetropolis,politica,prefeitura,Presidente,rio de janeiro,RJ,saber mais petropolis,saiba mais petropolis,Temer,tempo real,ultima hora,urgente,viajarTemer tem 77 anos e é o mais velho presidente da história brasileira (Editorial ao final da matéria) (adsbygoogle = window.adsbygoogle || ).push({}); 'Hoje em dia as pessoas morrem por duas causas principais: ou doenças cardiovasculares ou o câncer. Acidentes, por exemplo, são menos', diz o cardiologista e e especialista em infarto...Noticias de Petrópolis em um só lugar, a verdade doa a quem doer.