Equipes seguem atuando em conjunto no Cantagalo durante a tarde

Defesa Civil e Corpo de Bombeiros controlam fogo na Posse
Defesa Civil e Corpo de Bombeiros controlam fogo na Posse




As equipes da Secretaria de Defesa Civil e Ações Voluntarias e do 15° Grupamento de Bombeiro Militar (GBM) de Petrópolis controlaram um incêndio florestal na Estrada do Brejal, na Posse, na manhã desta sexta-feira (29.09). Segundo os militares, o fogo começou no fim da tarde de quinta (28.09) e consumiu o equivalente a dez campos de futebol. O trabalho em conjunto segue durante a tarde na região da Estrada do Cantagalo, no Vale do Cuiabá.

Ao todo, 13 homens trabalharam na extinção do fogo. Conforme orienta a matriz de responsabilidades do Plano Inverno 2017 de Petrópolis, organizado pela Secretaria de Defesa Civil, o Corpo de Bombeiros comandou a operação.

“O combate aos incêndios florestais é responsabilidade do Corpo de Bombeiros, mas como existiam alguns focos espalhados, foi solicitado o nosso apoio. Nossa guarnição atua sempre comandada por um bombeiros responsável”, explica o secretário de Defesa Civil e Ações Voluntarias, coronel Paulo Renato Vaz.

Em julho, a guarnição da Defesa Civil, em apoio ao Destacamento do Corpo de Bombeiros de Itaipava, controlou um incêndio florestal que atingiu a região do Ingá, na Posse. Segundo os agentes, a área queimada naquele dia equivale a quase três campos de futebol. O apoio foi necessário porque os militares precisaram controlar um grande foco em São Jose do Vale do Rio Preto.




 A prevenção é importante frente ao histórico de queimadas na cidade durante o período de estiagem. A situação mais crítica aconteceu em 2014: 256 ocorrências de incêndio em florestas em Petrópolis. Em 2015, aconteceram 182 casos e no ano passado 150. Neste ano, entre janeiro e junho, os bombeiros registraram 52 casos de fogo em matas da cidade.

 “Nosso objetivo é transformar Petrópolis em uma cidade resiliente, com uma resposta cada vez mais eficaz aos problemas. Vale lembrar que estamos entre as principais cidades do mundo com potencial de se transformar em cidade modelo da ONU para redução de riscos de desastres. A diminuição de casos de incêndios florestais tem um papel importante nisso”, explica Paulo Renato.

 A guarnição de combate a queimadas da Defesa Civil conta com fardas e coturnos antichamas, kits de primeiros socorros, repelentes, abafadores, facões, foices, enxadas, pares de coturno, óculos de proteção individual, balaclavas (capuz de malha de proteção), cintos operacionais com cantis e pulverizadores costais. Os agentes foram capacitados, ao lado dos militares do 32° Batalhão de Infantaria Leve – Batalhão Dom Pedro II, pelo Corpo de Bombeiros.




  A criação da brigada faz parte das ações do Plano Inverno 2017 de Petrópolis, que orienta e traça o plano de contingência para o combate as queimadas que atingem a cidade durante o período de estiagem.

Fonte: Coordenadoria de Comunicação Social/PMP
Edição: R.Loureiro

https://i0.wp.com/www.avozdepetropolis.com.br/wp-content/uploads/2017/09/Defesa-Civil-e-Corpo-de-Bom.jpg?fit=600%2C370&ssl=1https://i0.wp.com/www.avozdepetropolis.com.br/wp-content/uploads/2017/09/Defesa-Civil-e-Corpo-de-Bom.jpg?fit=150%2C93&ssl=1Marcia ChavesAcontece#avozdepetropolis,a voz de petropolis,bombeiros,Brasil,cidade de petropolis,cidade do Rio,combatem,cultura,dia a dia de petropolis,fogo,incêndio,informações,jornais,jornal de petropolis,matérias,minuto a minuto,noticias,noticias de petropolis,notícias urgentes,noticiasdepetropolis,politica,Posse,prefeitura,rio de janeiro,RJ,saber mais petropolis,saiba mais petropolis,tempo real,ultima hora,urgente,viajarEquipes seguem atuando em conjunto no Cantagalo durante a tarde (adsbygoogle = window.adsbygoogle || ).push({});  A prevenção é importante frente ao histórico de queimadas na cidade durante o período de estiagem. A situação mais crítica aconteceu em 2014: 256 ocorrências de incêndio em florestas em Petrópolis. Em 2015, aconteceram 182 casos...Noticias de Petrópolis em um só lugar, a verdade doa a quem doer.