Com o enredo “Em nome do Pai, do Filho e dos Santos, a Vila canta a Cidade de Pedro”, escola é a segunda a desfilar

Vila Isabel conta a história de Petrópolis nesta segunda-feira na Sapucaí
Vila Isabel conta a história de Petrópolis nesta segunda-feira na Sapucaí

É nesta segunda-feira (04.03) que a escola de samba Vila Isabel entra na Sapucaí contando a história da Cidade Imperial. A Vila será a segunda escola a desfilar na avenida, às 22h20, com sete carros alegóricos e 3 mil componentes, retratando não só a história da Família Imperial, mas também destacando as belezas naturais, a luta dos escravos, o progresso com as fábricas, as festas, a influência de outras culturas, tudo com a alegria do enredo “Em nome do Pai, do Filho e dos Santos, a Vila canta a Cidade de Pedro”.

Entre os destaques também está o carro alegórico que promete emocionar o público, que vai falar sobre a luta dos negros e o empoderamento da mulher – ele vai trazer, no dia do desfile, a família da vereadora Marielle Franco, feminista e defensora dos direitos humanos que foi assassinada a tiros no Rio de Janeiro, no ano passado.

“Sabemos que nossa cidade estará sendo muito bem retratada pela Vila Isabel, que produziu tudo com muito carinho. É um orgulho e uma oportunidade muito grande para Petrópolis ter mais visibilidade, o que será muito bom para o turismo, para a economia e o desenvolvimento da cidade”, frisa o prefeito Bernardo Rossi, lembrando que o desfile é feito sem qualquer investimento financeiro da prefeitura.

O público irá mergulhar na história dos imigrantes italianos, no progresso das cervejas alemãs, Catedral São Pedro de Alcântara, carruagens, além do destaque do carro alegórico de quase 12 metros de altura, representando os índios coroados.                          

“Pessoas do mundo inteiro vão estar vendo a história da cidade, o que despertará ainda mais o interesse das pessoas por Petrópolis, assim movimentando ainda mais o turismo”, frisa o secretário da Turispetro, Marcelo Valente. “A Vila Isabel teve muito carinho com a nossa história, tenho certeza que será um desfile belíssimo com muita emoção”, completa o diretor-presidente do Instituto Municipal de Cultura e Esportes, Marcelo Florencio.

O desfile será encerrado com o carro alegórico considerado o mais emocionante, que conta a história da libertação dos escravos, o que está ligado com a história da escola.”Ele traz os negros acendendo uma luz do dormente da libertação e transforma o baile do Palácio de Cristal, que foi feito para os nobres, em um baile feito para os negros”, explica o carnavalesco Edson Pereira.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui