Bombeiros Civis e representantes dos Nudecs estão se capacitando no curso oferecido pela Roer

Grupos de voluntários participam de curso de formação em radioamadorismo na Defesa Civil
Grupos de voluntários participam de curso de formação em radioamadorismo na Defesa Civil

Grupos de Bombeiros Civis e membros dos Núcleos Comunitários de Defesa Civil (Nudecs) estão participando do curso de formação em radioamadorismo oferecido pela Rede de Operações de Emergência de Radioamadores de Petrópolis (Roer). São 48 inscritos nas aulas que acontecem até sexta-feira (15.03) na Sala de Cooperação da Defesa Civil, das 19h até às 22. Após o término da atividade, os participantes podem fazer a prova da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) para estarem licenciadas para a atividade.

“Desde o início da nossa gestão estamos trabalhando de forma integrada com diversos órgãos de reposta, como o Corpo de Bombeiros, a Defesa Civil e a CPTrans, dentro dos planos de contingência do município. A Roer funciona em uma sala dentro da Defesa Civil, participa dos treinamentos simulados, sendo um grupo importante no atendimento a grandes ocorrências”, destaca o prefeito Bernardo Rossi.

O curso disponibiliza os conceitos sobre técnica, ética operacional e legislação de telecomunicações, temas que fazem parte da prova da Anatel. As aulas também incentivam novos radioamadores na sociedade civil, buscando ampliar a atuação em situações de emergência e a comunicação nas ocorrências. Segundo Leandro Enter, Bombeiro Civil que participa da capacitação, a ideia é estar preparado para ajudar a população.

“Pretendo estar preparado caso tenha a necessidade, pois moramos em uma cidade sujeita a desastres naturais como o que aconteceu em 2008 e também em 2011 na região do Vale do Cuiabá. Estou fazendo o curso devido à importância do radioamadorismo, pois é o meio de comunicação mais seguro caso todos os outros venha a falhar, como a internet, telefonia móvel e fixa”, disse Leandro.

No ano passado, a Roer formou 23 pessoas para exercer a atividade. Desde então, o grupo conta com 41 integrantes que se reúnem na Sala de Cooperação da Defesa Civil para treinamento e atualizações. Em Petrópolis, ao todo, são 126 licenciados. Cristina Rosário de Oliveira, coordenadora do Nudec do Vale do Cuiabá, também faz parte da turma.

“Todo aprendizado é importante na prevenção. A gente trabalha em conjunto com a Defesa Civil há bastante tempo, com ações de prevenção na nossa região e também nas escolas. A gente espera estar ainda mais preparado no momento das chuvas fortes”, garantiu Cristina.

Os radioamadores atuam no momento em que todas as outras formas de comunicação param de funcionar, como ocorreu na cidade em 2011, no Vale do Cuiabá, e em 2013, na Vila São Joaquim, no Quitandinha. A atuação em conjunto dos radioamadores com a Defesa Civil é prevista na lei que institui a Política Nacional de Proteção e Defesa Civil (PNPDEC).

“A comunicação é peça chave quando acontece uma ocorrência de grande proporção. Em uma cidade como a nossa, a integração com os radioamadores é fundamental para a uma resposta mais eficaz”, afirma o secretário de Defesa Civil e Ações Voluntárias, coronel Paulo Renato Vaz.

“O curso prepara para a prova da Anatel. Nossa ideia é que mais pessoas estejam aptas caso seja necessário no momento de uma grande ocorrência, abrindo mais espaço para novos radioamadores. A gente espera ajudar ainda mais os órgãos de resposta da cidade”, explica Fábio Hoelz, Coordenador de Educação da Roer.

A parceria da Roer com a Secretaria de Defesa Civil e Ações Voluntárias rendeu uma nova sede para o grupo 2017: uma sala dentro da sede da Defesa Civil. Além disso, o grupo participou do Exercício Conjunto de Apoio à Defesa Civil (Ecadec), assim como esteve presente na elaboração dos planos de contingência de Inverno e de Verão de Petrópolis e nos testes das sirenes do Sistema de Alerta e Alarme. 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui