Um dos motivos considerados pelo órgão é a paralisação das obras da nova pista de subida da Serra, que diminuiria o tempo de viagem entre Petrópolis e Rio.

O Ministério Público Federal (MPF) entrou com uma ação judicial pedindo o fim do contrato de concessão da Concer, concessionária que administra a BR-040, e a suspensão imediata da tarifa de pedágio. Um dos motivos da ação, segundo o órgão, é a paralisação das obras da nova pista de subida da Serra, que diminuiria o tempo de viagem entre Petrópolis e Rio.

BR-040
MPF considerou falta de manutenção e paralisação das obras da nova subida da Serra para pedir na Justiça o fim do contrato da Concer

Além disso, o MPF também teve acesso a um relatório da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) que mostra que de agosto do ano passado a março deste ano, a rodovia não passou por manutenção.




Segundo o Ministério Público esta ação é um dos principais documentos que foram anexados ao processo de mais de 2 mil páginas movido pelo MPF contra a concessionária, a ANTT e a União.

De acordo com a Procuradora da República , Joana Barreto, a ANTT comunicou, de forma não oficial, que haverá um reajuste imediato de 4% na tarifa de pedágio e que a publicação em Diário Oficial pode ocorrer a qualquer momento.

Esta é a quarta ação movida pelo MPF contra a concessionária. Nela também foi incluído um relatório de uma fiscalização feita pelo Tribunal de Contas da União que identificou sobrepreço de cerca de R$ 400 milhões na obra que está parada há mais de um ano e ainda está pela metade.

Questionada, a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) não respondeu se haverá mesmo reajuste da tarifa do pedágio. Sobre a ação do MPF, disse apenas que o assunto seria discutido em uma reunião na quarta-feira (13), mas houve um pedido de vista por um dos diretores.




O Tribunal de Justiça afirmou que recebeu a ação, mas que ainda não há data determinada para que o juiz se manifeste.

Já a Concer informou que não vai falar sobre a ação e sobre o reajuste da tarifa.

Fonte: G1
Edição: Marcia Chaves

https://i2.wp.com/www.avozdepetropolis.com.br/wp-content/uploads/2017/09/BR-040.jpg?fit=600%2C370&ssl=1https://i2.wp.com/www.avozdepetropolis.com.br/wp-content/uploads/2017/09/BR-040.jpg?fit=150%2C93&ssl=1Marcia ChavesCidade#avozdepetropolis,a voz de petropolis,BR040,Brasil,cidade de petropolis,cidade do Rio,Concer,cultura,dia a dia de petropolis,informações,jornais,jornal de petropolis,matérias,minuto a minuto,MPF,noticias,noticias de petropolis,notícias urgentes,noticiasdepetropolis,politica,rio de janeiro,RJ,saber mais petropolis,saiba mais petropolis,tempo real,ultima hora,urgente,viajarUm dos motivos considerados pelo órgão é a paralisação das obras da nova pista de subida da Serra, que diminuiria o tempo de viagem entre Petrópolis e Rio. O Ministério Público Federal (MPF) entrou com uma ação judicial pedindo o fim do contrato de concessão da Concer, concessionária que administra...Noticias de Petrópolis em um só lugar, a verdade doa a quem doer.